A corrida aos terabytes: Samsung, Seagate e Lenovo batem recordes

Samsung, Seagate e Lenovo mostraram uma verdadeira corrida na capacidade dos SSD, na Flash Memory Summit em Santa Clara, EUA.

Actualmente, os SSD comerciais de maior capacidade são os Samsung PM1663a que, com 15GB, são bastante extraordinários por si só. Para o ano que vem, no entanto, as capacidades vão duplicar ou quadruplicar.

A própria Samsung acaba de revelar um SSD com 32TB de capacidade, para ranhuras de 2.5. É a primeira memória flash baseada na V-NAND de quarta geração, capaz de empilhar 64 camadas NAND num único chip para se tornar a SSD de maior densidade actualmente.

Em teoria, a Seagate foi mais longe, com uma drive de 60TB. A densidade de memória é, apesar de tudo, mais baixa que na unidade da Samsung, porque a Seagate optou por dimensões de 3.5 polegadas. Trata-se ainda de um demonstrador de tecnologia, que não estará pronto para o mercado antes de 2017.

Completamente diferente é a abordagem da Lenovo, que conseguiu colocar 48TB numa placa. E por placa entendemos um conjunto de chips numa mesma plataforma, em vez de chips de memória independentes.

É assim que a placa da Lenovo encaixa em duas ranhuras 2.5, oferecendo cerca de 30% mais capacidade que o encaixe de duas drives independentes.

Eventualmente, as três empresas esperam chegar aos 100TB até 2020, mas não teremos drives destas nos nossos computadores tão cedo. Samsung, Lenovo e Seagate estão a dirigir estes SSD a servidores e sistemas empresariais de armazenamento a longo prazo.

Enquanto queremos drives SSD rápidas, estas três opções ficam-se por um foco na capacidade, à custa de performance superior. Desta forma, limitam-se as possibilidades de sobreaquecimento de sistemas empresariais complexos.

No entanto, é uma questão de tempo até que estas capacidades cheguem ao mercado de consumo, à medida que crescem as exigências da realidade virtual e conteúdos de ultragrande resolução.

 

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário