Contestar multas rodoviárias? Como se faz? Será que vale a pena?

Contestar multas rodoviárias? Como se faz? Será que vale a pena? – Em boa verdade, a maioria dos condutores portugueses pensam que as multas só calham aos outros. Pelo que, “cheios de moral”, tendem a aconselhar com a clássica frase: – Se cumprires as regras não és multado!

Pois! As coisas não são bem assim! Ser multado é algo que pode acontecer a qualquer um. No fundo, a grande diferença é que acontece muito a uns e pouco a outros. Por isso, não duvide que em algum momento, mediante determinados cenários também lhe acabe por acontecer.



Contestar multas rodoviárias? Como se faz? É difícil? Será que vale a pena?

Multas rodoviárias, multas

Gosto sempre de dizer, que a maioria das pessoas tem esta mentalidade: “Paga e não bufa!” É muito resumidamente o que mais vejo por aí. Mas a verdade é que podemos fazer muita coisa, mesmo depois de já termos a multa propriamente dita na mão! Ora veja:

O que se deveria ver e ouvir seria: – Paga se tiver que ser e bufa o mais que puderes.

A parte do pagar significa:

  • Presta depósito pelo valor mínimo da coima sempre que, fores notificado pessoalmente;
  • Não pagues nem prestes depósito caso a tua notificação seja postal.

E quanto ao bufar (Defesa)?

  • Respeita os prazos e apresenta a tua defesa em todas as oportunidades que a lei te concede:
    – 15 dias úteis a contar da data da notificação e;
    – 15 dias úteis a contar da data da notificação da decisão.

Queres preservar os pontos depois de teres sido multado??

Em suma, só tens um caminho, apresentar defesa escrita nos momentos certos.

E quais são? Após notificado da prática da infração e após notificado da decisão.

Ok, e se pagar e nada apresentar? Será uma questão de tempo (pouco aliás) até receberes as sanções. Na qual perderás pontos e podes ou não ficar com pena suspensa.

Pagar resolve a questão? Não, adia o problema.

Saiba que ao apresentar defesa escrita devidamente fundamentada, terá excelentes hipóteses de sucesso!

Resumindo e concluindo, exercendo todos os seus direitos desde o início da questão, a possibilidade de sofrer sanções é baixíssima. Caso contrário, se nada fizer as sanções vão ser automáticas (processadas por computador), e ficará não só sem o seu dinheiro como também sem os pontos da carta de condução.

Informe-se e tente preservar os pontos, a carta condução e o seu dinheiro.

Para mais informações ou pedidos de auxílio, no âmbito das infrações rodoviárias, visite e acompanhe a página Pagar ou Contestar. Pode também enviar e-mail para pagaroucontestar@gmail.com


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Google Fotos: a novidade mais esperada desapareceu sem data!

Em 2019 na conferência da Google conhecemos uma novidade que ia chegar ao Google Fotos. Esta novidade chamava-se Colorize e utilizava a IA para...

Não quer instalar o iOS 15? Veja como continuar a ter updates!

O iOS 15 chegou e veio cheio de funcionalidades. De facto, há muitas e boas razões para mudar! No entanto, há muitas pessoas que...

Gmail: recupere o espaço da sua conta em segundos!

O Gmail é sem dúvida uma excelente plataforma de email. No entanto, partilha do mesmo problema das outras plataformas. Os emails vão-se acumulando, especialmente...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!