Concurso fraudulento no WhatsApp ataca utilizadores no Brasil

A poucos dias do início do Campeonato do Mundo de Futebol, na Rússia, há cibercriminosos a tentar tirar partido da popularidade da competição para recolher dados pessoais e espalhar links com conteúdo perigoso.

Um dos mais recentes exemplos disso foi registado na semana passada, no Brasil, onde um concurso fraudulento circulou, sobretudo através do WhatsApp, com uma mensagem alegando que a Nike estava a comemorar o 22º aniversário enquanto fornecedora oficial do equipamento da seleção de futebol do Brasil oferecendo camisolas oficiais da equipa. O único requisito para obter o prémio era que os utilizadores partilhassem a mensagem.

Nenhum dos links partilhados nesta campanha estava, no entanto, relacionado com a empresa de equipamento desportivo. Na verdade, os links redirecionavam os utilizadores para um website a ESET detetou conter conteúdo potencialmente perigoso.

Em função do tipo de dispositivo usado para interagir com a campanha as ameaças variavam, incluindo subscrever o utilizador para um serviço premium de SMS ou instalando extensões no browser para roubar informação de utilizador.

O WeLiveSecurity recomenda aos utilizadores usar nos seus computadores e dispositivos móveis uma solução de segurança que os alerte quando enfrentados com uma tentativa de ataque ou website suspeito.

Com o Campeonato do Mundo de Futebol cada vez mais próximo torna-se especialmente importante permanecer atento e aprender a detetar as táticas de fraude, evitando que nos afetem ou se espalhem.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Patricia Fonseca
Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Leia também

pub