Cientistas discutem novamente se Plutão é ou não é um planeta!


Por em

Plutão, o oprimido do sistema solar, foi despromovido de planeta para planeta anão pela União Internacional de Astronomia em 2006. Isto aconteceu depois desta contestar que Plutão não cumpria os requisitos necessários para ser considerado um planeta verdadeiro.

Desde aí que vários fãs e astrofísicos, têm lutado contra esta decisão.

Plutão Planeta

Alan Stern e David Grinspoom, investigador da missão ‘New Horizons’ e astrobiologo, respectivamente. Escreveram um novo artigo para o Washington Post com o título, um pouco inspirado pela campanha de Trump, ‘Make Pluto Great Again’.

Mas primeiro vamos perceber o porquê de Plutão já não ser considerado um verdadeiro planeta.

A definição de 2006 requer que um corpo celeste cumpra três requisitos:

  • Primeiro – Precisa de orbitar o sol.
  • Segundo – Deve ter gravidade suficiente para ter um formato redondo, ou pelo perto disso.
  • Terceiro – A vizinhança à volta da sua órbita deve estar livre.

Pois bem, como Plutão está cercado por outros objectos similares a si mesmo, não encaixa na definição!

Stern e Grinspoon escrevem no seu estudo que esta definição foi decidida de forma apressada, e por isso tem várias falhas óbvias. Afinal de contas isto significaria que a Terra não é um planeta, porque tem muitos asteróides na sua vizinhança. Além disso, esta definição falha em considerar exoplanetas, ou seja, os inúmeros planetas que existem fora do nosso sistema solar.

Em vez disso, eles argumentam que o termo “planeta” deve ser usado para descrever mundos com propriedades geofísicas intrínsecas, e não apenas propriedades orbitais.

Stern e Grinspoon explicam que:

– “Nós usamos a palavra ‘planeta’ para descrever mundos com certas qualidades. Quando vemos um como Plutão, com todas as suas características familiares – montanhas de gelo, glaciares de nitrogénio, um céu azul com camadas de smog – nós e os nossos colegas vemo-nos a usar a palavra ‘planeta’ para o descrever e o comparar com outros planetas que conhecemos e adoramos.”

No passado, Alan Stern já tinha falado disto, dizendo:

“A União Internacional de Astronomia é maioritariamente composta por ‘não especialistas’, astrônomos que estudam buracos negros e galáxias. Outras organizações podem ser mais apropriadas para decidir.”

No entanto temos o popular Neil deGrasse Tyson a comentar o assunto. Isto numa aparência no ‘The Late Show with Stephen Colbert’, comentando que Plutão não é um planeta.

Depois de notar que a órbita de Plutão ocasionalmente cruza Netuno, ele gritou: “Isso não é um tipo de comportamento para um planeta. Não!”

Uma coisa é certa, esta discussão está longe de estar terminada !

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Ciência, Fora da Caixa

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

LM-W315: Novo smartwatch da LG surge na FCC

360 N7 VS Xiaomi Mi 6X: Quem venceu no AnTuTu?

Seguinte