Cientistas descobrem sinais de rádio misteriosos no espaço

Olhar para o espaço com um telescópio de alta potência pode dar origem a algumas descobertas bastante interessantes. Os cientistas descobrem regularmente a presença de mundos distantes a olharem para as estrelas e a esperarem que os planetas passem na frente delas. Tudo isto tem feito com que os telescópios como o Hubble capturem imagens impressionantes ao longo de décadas. De facto é muito bom existirem estes olhos de alta potência. Mas e os ouvidos?

Uma das coisas mais misteriosas ouvidas no espaço é um fenómeno chamado Fast Radio Burst. Os FRBs são explosões absurdamente poderosas de energia que parecem surgir do nada. No entanto, os astrónomos ouvem-nas com tanta regularidade que deve haver uma explicação. Agora, uma das fontes de sinal mais ativas dessas ondas de rádios bizarras foi analisada mais de perto e é ainda mais ativa do que se pensava.

O FRB 121102 é o local no espaço que está a produzir FRBs a uma taxa constante. As explosões, que duram apenas uma fração de segundo cada, são impossíveis de prever, mas como esse local particular no universo já produziu tantas no passado, é fácil para os astrónomos suporem que em breve existirão mais. A maioria dos FRBs são explosões únicas que atingem a Terra e nunca voltam a ser ouvidas. O FRB 121102 é diferente porque continua a libertar energia em intervalos totalmente aleatórios.

Numa nova investigação conduzida pelo projeto Breakthrough Listen, da Universidade da Califórnia, em Berkeley, os cientistas examinaram todos os dados dessa FRB específica e descobriram algumas informações interessantes. Na prática descobriram 72 novo sinais de rádio. isto foi possível graças a um sistema de inteligência artificial que analisou a informação.

Quanto ao que realmente está a causar essas explosões, ninguém sabe ao certo. Acredita-se que o local de onde os sinais são originários esteja a uma distância de 3 mil milhões de anos-luz, o que torna incrivelmente difícil novos estudos. Algumas teorias – como buracos negros a destruirem estrelas ou até mesmo vida extraterrestre – não vão deixar de ser teorias nos próximos anos.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Gboard: já pode personalizar como nunca o teclado da Google!

Não há dúvidas de que o teclado da Google, o Gboard é um dos melhores e mais utilizados. Funciona bem e disponibiliza diversas funcionalidades....

Ataques informáticos dão 35 anos de prisão a homem de 32 anos!

Muitas pessoas acham que estão a salvo por fazerem atividades ilícitas atrás de um computador. No entanto isto não podia estar mais longe da...

Não jogue estes jogos! São considerados os mais tóxicos!

Se por acaso costuma jogar diariamente os mais diversos vídeo jogos então certamente deverá saber que existem uns com comunidades mais tóxicas do que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!