Chrome: atenção o modo anónimo vai ficar muito mais poderoso!

O modo anónimo do Chrome é perfeito quando queremos manter algumas coisas privadas. Ou seja, quando desejamos que determinadas informações não fiquem armazenadas no browser. No entanto, este modo, vai ficar muito mais poderoso! Assim para tornar as janelas em modo anónimo ainda mais seguras o Chrome vai adicionar a opção de autenticação biométrica à app Android. No entanto ainda vai levar algum tempo até a utilizarmos.

Chrome: atenção o modo anónimo vai ficar muito mais poderoso!

Foi descoberta uma nova flag no Chrome Canary 94 que eventualmente ativa a opção que pede um Pin ou uma análise à impressão digital para aceder a algumas janelas onde já estivemos em modo anónimo. Esta opção está escondida dentro de permitir a reautenticação do dispositivo em modo anónimo. No entanto, a função propriamente dita, ainda não se ativa. Pelo menos no Android.

Já no Chrome para iOS conseguimos ver como tudo funciona.

Assim é possível ativar a flag e esta função. Quando isso acontece e queremos aceder aos separadores anteriores quando estivemos em modo anónimo é necessário recorrermos ao Face ID como refere o site Android Police.

Mas esta não é a única grande novidade a caminho. Assim uma nova função vai permitir carregar as páginas em modo turbo. E o melhor de tudo é que isto vai acontecer em todas as plataformas. Ou seja, Windows, Linux ou macOS. Esta novidade utiliza uma espécie de cache para permitir o carregamento instantâneo de páginas locais. No entanto, há também uma nova função para carregar páginas externas de forma muito mais rápida!

Chrome: prepare-se para carregar as páginas em modo turbo!

No que diz respeito às páginas internas tudo o que for corrido através de chrome:// terá mais velocidade. Na prática a base é esta. Lê a página na diagonal para depois quando a voltar a ler já ter as bases e ser tudo mais rápido. Utilizando um protótipo desta função, a Microsoft conseguiu reduzir os tempos de carregamento entre 11 e 20%.

Mas ao nível das páginas externas que é o que interessa à maioria das pessoas tudo vai ficar também melhor. O aumento de desempenho parece estar baseado na implementação da funcionalidade “back-forward cache”, que está agora a caminho das versões para Windows, Linux e macOS.

O que é isto? Como é que a velocidade vai aumentar?

Muito resumidamente, o seu computador vai começar a guardar a totalidade da página anterior em cache. Por isso, se por acaso adora “voltar atrás”, a coisa vai acontecer de forma quase instantânea. Curiosamente, é algo que já existe desde a versão 87 do Google Chrome para Android.

Isto não funciona apenas na página que voltar atrás, visto que quando o fizer pela primeira vez, o Chrome vai imediatamente meter em cache a página visitada antes desta, bem como a página agora à frente. Ou seja, quer vá para à frente, ou para trás, irá aparecer tudo super rapidamente.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Gboard: já pode personalizar como nunca o teclado da Google!

Não há dúvidas de que o teclado da Google, o Gboard é um dos melhores e mais utilizados. Funciona bem e disponibiliza diversas funcionalidades....

Ataques informáticos dão 35 anos de prisão a homem de 32 anos!

Muitas pessoas acham que estão a salvo por fazerem atividades ilícitas atrás de um computador. No entanto isto não podia estar mais longe da...

Não jogue estes jogos! São considerados os mais tóxicos!

Se por acaso costuma jogar diariamente os mais diversos vídeo jogos então certamente deverá saber que existem uns com comunidades mais tóxicas do que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!