Chiplets: Esta é a arma secreta da AMD contra a NVIDIA

Caso não saiba, as novas RTX 40 da NVIDIA vão chegar às prateleiras muito diferentes relativamente ao originalmente planeado. O aumento de performance não deveria ser tão alto, com a NVIDIA a optar por um simples ‘refresh’ em vez de uma reinvenção da roda. Sendo exatamente por isto que a gigante responsável pelas placas GeForce está a lidar com consumos tão altos na nova geração, com muitos rumores a apontar para 450~600W de consumo na sua placa gráfica mais poderosa.

Sabe porquê? De forma muito resumida, a NVIDIA viu-se obrigada a mexer em tudo e mais alguma coisa, para continuar capaz de rivalizar com a sua velha rival AMD. Rival essa, que tem uma grande vantagem no seu novo design, baseado em chiplets.

- Advertisement -

Chiplets: Esta é a arma secreta da AMD contra a NVIDIA

Portanto, como deve saber, o final de 2022 significa toda uma nova geração de placas gráficas, tanto por parte da NVIDIA, como também por parte da AMD. No entanto, enquanto a NVIDIA preferiu um design mais clássico (monolítico), ou seja, tudo dentro do mesmo exato chip. A AMD preferiu apostar na mesma estratégia que teve tanto sucesso no mundo dos processadores Ryzen, ou seja, num design dividido para conquista (chiplets).

Muito resumidamente, a AMD está com grandes expetativas para a gama mais alta, porque o seu GPU mais poderoso, o Navi 31, vai ser baseado num design Chiplet, isto enquanto… A NVIDIA não tem nada nesse sentido ainda pronto para o mercado.

Foi o próprio Vice-Presidente da AMD (Sam Naffziger) a falar sobre o assunto, numa recente entrevista. Ora leia:

“Comparativamente à NVIDIA e Intel, acha que a AMD está a ir por um caminho completamente diferente na parte do design, ou acha que as três grandes vão optar por soluções muito parecidas, num futuro próximo?”.

“Bem, é sempre complicado especular. Por enquanto, a NVIDIA ainda não saltou para o comboio dos chiplets. Por isso, temos uma grande vantagem neste espaço, e por isso mesmo, temos muitas oportunidades para aproveitar. Eventualmente, acho que se vão ver obrigados a apostar neste caminho. Temos de ver quando é que isso poderá acontecer. Entretanto, a Intel já começou o seu desenvolvimento nesse sentido, com o chip Ponte Vecchio. Por isso, acho que há mais convergência, do que divergência.”

Entretanto, continuo a acreditar que quem inova primeiro, tem sempre a vantagem.”

É uma conversa muito interessante, especialmente porque em 2017, a NVIDIA afirmou que tinha começado os seus esforços para o desenvolvimento de GPUs baseados num design chiplet. No entanto, 5 anos depois, ainda não se vê qualquer fruto de todo esse esforço. Talvez na próxima geração? Será que ainda vai a tempo? É que a AMD parece muito confiante para a próxima grande batalha Radeon RX 7000 vs GeForce RTX 40.

 

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.