Vamos imaginar que o seu PC já não vai para novo, e por isso começa a pensar: Tenho algum dinheiro de lado. Vou comprar uma nova placa gráfica! De certeza que o meu processador de 2010 vai aguentar.

Em boa verdade, a placa gráfica é o componente mais importante de um PC em que a função principal é jogar. Mas será que ao comprar uma nova placa gráfica, irá tirar partido de todo o seu rendimento? Será que o seu processador actual conseguirá acompanhar toda a ‘cavalagem’ do novo hardware?

rtx 2080 meme



Para responder a esta pergunta, é necessário perceber o que é um ‘bottleneck’ e o que acontece quando este efeito ocorre.

O que é um ‘Bottleneck’ ou ‘Efeito Gargalo’ ? (Leia mais aqui)

Um ‘bottleneck’ é o que acontece quando corre aplicações no seu computador, mas não consegue alcançar o desempenho que teoricamente devia ser capaz de ter. Um sinal deste efeito, é quando a sua placa gráfica tem pontuações (benchmark) bastante abaixo da média do modelo em questão.

Portanto, como o processador e placa gráfica são os principais responsáveis pela performance de um jogo… E a placa gráfica é nova, a culpa só pode ser do CPU!

Antes de mais nada, existem maneiras bastante fáceis de perceber o que está acontecer.

Primeiramente, monitorize a carga (%) do seu processador e placa gráfica enquanto joga. Assim, se por acaso, a percentagem de carga do CPU for alta(>70%), mas a da placa gráfica for baixa (<30%). Então é bem provável que o processador esteja a atrasar todo o seu sistema.

O que está acontecer durante um ‘Bottleneck’?

Se usarmos um jogo de PC como exemplo, um ciclo típico de uma aplicação assemelha-se a isto.

Bottleneck

Em suma, quando o processador está sob carga pesada, vai ter imensa dificuldade em executar este ciclo.

Por exemplo, de maneira a conseguir os famosos 60fps. O processador tem de chegar à “Renderização de Gráficos” em 1/60 de um segundo, ou menos.

Ou seja, se o processador não conseguir efetuar o caminho rapidamente, vai chegar a este passo menos vezes! Desta maneira,  a placa gráfica vai ficar parada à espera que o CPU lhe dê a informação necessária!

Este problema é bastante similar ao que acontece nas antigas consolas de 8 bit!

Quando estava a acontecer demasiada coisa no ecrã, a lógica do jogo tentaria ficar pronta em 1/60 s. Contudo, se não conseguisse completar todo o processamento nesta janela de tempo, outro 1/60 s seria usado, o que resultaria num efeito de ‘slow-motion’ dentro do próprio jogo.

Conclusão

É por isto que é importante ter um sistema equilibrado. Como disse em cima, a placa gráfica é sem dúvida o componente mais importante para os jogos. Mas também é importante ter um processador capaz de a acompanhar.

Tente informar-se ao máximo, antes de comprar peças novas para o PC… Pode acabar por nem aproveitar 20% daquilo que está a adquirir.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.