Blizzard está agora a ser controlada pelo seu departamento financeiro!

Activision Blizzard

Parece que o ‘fail’ do anúncio do Diablo Immortal na BlizzCon 2018 teve mesmo razão de ser! Uma nova notícia do site ‘Kotaku’, afirma que existiu mesmo um corte nos custos de desenvolvimento, muito graças à política da Activision, e tomada de posse do novo CFO Amrita Ahuja, que se juntou à Blizzard em Março de 2018, depois de muitos anos ao serviço da Activision.

Além de tudo isto, parece que vários ex-empregados e ainda membros do staff do estúdio, vieram a público dizer, que o departamento financeiro está agora encarregue de tomar decisões… Isto, pela primeira vez na história da empresa!

Blizzard está


“Ao longo do último ano, a Blizzard tem tentado descobrir novas maneiras criativas de cortar nos custos, sem chamar a atenção da imprensa. Aliás, o discurso de Amrita, acerca do corte nas despesas, não foi algo que aconteceu apenas uma vez. Nós somos avisados todos os meses.

As finanças da empresa foram algo sempre presente, mas que geralmente eram invisíveis. Mas agora, até às reuniões vão.

Ao fim ao cabo, várias decisões estão agora a ser tomadas pelo pessoal ‘business’, do marketing e do departamento financeiro. Existe agora uma dificuldade bem real entre o staff do estúdio, e o pessoal ‘business’. As decisões estratégicas estão agora a ser tomadas pelo departamento financeiro da empresa.

A Blizzard é um sítio muito especial. E por isso, existem agora muitas pessoas preocupadas com o futuro da Blizzard, se a Activision continuar a meter a colher… O que será que irá acontecer?”


Como um verdadeiro fã da Blizzard, e de jogos como Warcraft 3, Diablo, e especialmente World of Warcraft… Que para mim, é o melhor e mais marcante jogo da minha vida, este artigo é algo que me deixa verdadeiramente preocupado.

No entanto, é preciso dizer que têm existido alguns erros de casting na empresa… Primeiro foi o sistema de ‘loot box’ usado no Overwatch, que acabou por ser proibido em vários países como a Bélgica.

E posteriormente, temos o ‘fail’ do anúncio do Diablo Immortal na BlizzCon 2018, que desapontou a maioria dos fãs do estúdio, com a apresentação de um jogo mobile… E com a promessa de muitos mais jogos mobile, relacionados com os IPs mais famosos, como Warcraft e Starcraft.

Se não sabe, a Blizzard Entertainment ‘fundiu-se’ com a Activision em 2008. Mas nessa altura, era uma subsidiária da Vivendi Games… Influência que desapareceu em 2013, quando a Activision Blizzard comprou 429 milhões das suas acções, ficando assim uma empresa independente.


Fonte