Bitcoin: Um monstro adormecido à espera de acordar?

Bitcoin

Depois de uma descida abrupta nos passados meses de novembro e dezembro, a Bitcoin (e as outras altcoins) Estão agora, num processo de acumulação.

Mas até quando irá o “monstro” permanecer adormecido?

Afinal de contas, foi há pouco mais de um ano e meio que a mídia nacional e internacional não falava de outra coisa: até quando a Bitcoin vai parar? 100 mil dólares, um milhão de dólares?

No entanto, mergulhámos pouco depois num ‘bear market’ e agora quase ninguém fala do mercado das criptomoedas e do seu possível impacto na economia mundial.


Bear/Bull Market – O urso e o touro, são usados para simbolizar as tendências de baixa e alta do mercado, assim como o humor dos investidores. Portanto, ‘Bull‘ é utilizado para uma visão otimista, enquanto ‘Bear‘ é exatamente o contrário.


Será que a tecnologia morreu só porque os investidores casuais deixaram de ganhar dinheiro?

A resposta é claramente não! O poder e o potencial da Bitcoin e de outras altcoins, mais recentes e mais avançadas que a própria Bitcoin.

Pode revolucionar a forma como vemos o dinheiro e o manuseamos, o que por sua vez, ameaça colocar em risco a economia mais tradicional, deixando os grandes bancos a prémio.

Por isso mesmo, cada vez mais especialistas do mercado financeiro reconhecem o valor das criptomoedas! Demonstrando poucas dúvidas quanto à possível recuperação do valor da Bitcoin num curto a médio prazo. Dessa forma, esta fase de acumulação, e possível fim do ‘bear market‘, pode ser o momento ideal para comprar e vender Bitcoin, para mais tarde lucrar com o mais que provável ressurgimento do bull market.

Em boa verdade, apostar na Bitcoin e na sua tecnologia pode ser o investimento de uma vida

De facto, parece existir um enorme consenso de que a Bitcoin, e todo o mercado de criptomoedas, está a passar por um ‘bear market’. No entanto, mais tarde ou mais cedo, tudo isto não passará de um círculo, como já aconteceu várias vezes na última quase década de existência desta tecnologia revolucionária.

Embaixo podem ver um gráfico onde estão destacados os bear markets e os bull markets da Bitcoin:

Assim, como pode observar por este gráfico, já por outras duas vezes, num passado muito recente, o mercado de criptomoedas passou por algumas crises. Contudo, toda a gente que investiu numa fase de acumulação durante esses períodos, fez uma verdadeira riqueza passados pouco mais que doze meses.

Num artigo recente, um grande especialista no mercado de criptomoedas concluiu que o fim do bear market até já pode ter ocorrido no final do ano passado!

Dito isto, nos próximos meses, deveremos estar num período de acumulação, onde os grandes players vão conseguir entrar a preços muito baixos. Conseguindo lucrar muito, quando a crença e o ‘hype’ voltar em grande ao mercado de criptomoedas.

Não nos podemos esquecer que essa crença de que o bear market pode ter terminado nos meses de novembro e dezembro de 2018… Surge devido ao rompimento da resistência dos 5 mil dólares da Bitcoin no dia 2 de abril deste ano:



Esse momento pode ter marcado o fim de uma descida acentuada do último ano para agora uma fase de acumulação. A avaliar pelo que aconteceu em ciclos muito semelhantes a este, comprar e vender Bitcoin, tal como outras altcoins prestigiadas, como são o caso da Ripple, Litecoin e Ethereum. Nesta altura do campeonato, pode ser uma oportunidade de investimento única nas próximas décadas.

Claro que existe, sempre a componente de risco… Contudo, um investidor que acredita verdadeiramente no potencial desta tecnologia, terá um pensamento a longo prazo! Não procurando o lucro fácil e rápido.


Nota – Além disto, é preciso sempre ter a noção, que em qualquer investimento, existe a possibilidade de perder tudo o que foi posto em cima da mesa… Acima de tudo, apenas invista, aquilo que está pronto a perder.


A Bitcoin vai continuar a manter o seu peso no mercado no próximo bull market?

bitcoin

A resposta, pelo menos para já, é completamente incerta. Contudo, e depois de muitos terem acreditado por exemplo no Ethereum. Que no ano de 2018 iria ultrapassar o valor de mercado da Bitcoin. O pioneiro deste mercado fascinante conseguiu recuperar terrenos nos últimos 12 meses! Tendo nesta altura mais de 50% do valor de todo o mercado de criptomoedas.

Parece ser óbvio, que existem opções mais baratas e rápidas no momento de uma transação com criptomoedas que a Bitcoin.

Contudo, o facto de ter sido a primeira e ser a mais conhecida pelo mainstream. Dá-lhe mais credibilidade para os investidores casuais que, com um mercado ainda muito pequeno… Cerca de 160 mil milhões de euros. Conseguem ter algum impacto na oscilação dos preços da Bitcoin e das altcoins.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.