Bebé de 3 anos bloqueia iPad do Pai durante 48 anos!

Deixar bebés com gadgets nunca é muito boa ideia. Não é que eles não adorem os ecrãs, as cores, os sons, os padrões e tudo o que estes dispositivos, especialmente smartphones e tablets, podem fazer. No entanto pode dar origem ao mesmo problema que aconteceu a um jornalista do The New Yorker, o famoso jornal americano.

De facto, acontecimentos como este, ajudam-nos a ter mais cuidado com os nossos gadgets. Ah e cuidado com o iPad do vosso pai! 

Esta questão que aconteceu nos Estados Unidos já deve ter acontecido a qualquer pessoa que tem um iPad ou um iPhone, porém numa escala mais pequena. Por engano, introduzimos mal a palavra-passe no dispositivo e temos de aguardar algum tempo até podermos aceder novamente ao mesmo.

Claro que isto é uma medida de segurança importante para que ninguém aceda aos nossos equipamentos a tentar adivinhar a palavra-passe. Se tiverem de esperar muito, desistem, até porque nós chegamos entretanto.

Agora imaginem que deixavam o vosso iPad em casa e quando iam a mexer nele tinham de esperar 25,536,442 minutos antes de o voltarem a usar? Assustador não é?

É que estamos a falar de 48 anos! Nessa altura eventualmente os conceitos de gadgets serão bem diferentes.

Quem apanhou este susto foi Evan Osnos, um jornalista do The New Yorker, no fim-de-semana. Ele deu conta desta mensagem quando o seu filho de 3 anos tentou repetidamente desbloquear o seu tablet.

Como referimos os dispositivos iOS têm uma funcionalidade de segurança que bloqueia o dispositivo durante um período de tempo, quando nos enganamos a introduzir várias vezes a palavra-passe ou o PIN. Quanto mais nos voltarmos a enganar, mais teremos de esperar.

Se tivermos de esperar uns minutos, até meia hora ou uma hora não é assim tão crítico. Agora 48 anos é demais!

Claro que a Apple tem solução para isto. O problema é que será sempre necessário um restauro do sistema. Ora se nunca fizeram backups de sistema, só vão perder tudo. De facto, um problema que até se resolve facilmente pode tornar-se muito sério.

Este jornalista, posteriormente, acabou por fazer o tal restauro ao seu iPad. Perdeu tudo, mas vai poder continuar a utilizá-lo. Eventualmente quem não verá mais o iPad, é o seu filho de 3 anos.