Bateria Nuclear é o futuro dos smartphones!?

Uma bateria nuclear! O que acha? Mete medo? Calma, não tem aqui um míssil nuclear Russo nem nada que se pareça, porém, é uma tecnologia que pode muito bem mudar a forma como utilizamos tecnologia, mais concretamente como a carregamos.

Bateria Nuclear é o futuro dos smartphones!?

Portanto, se acha que o título é um pouco “bait”, percebo, mas não é verdade. A empresa Chinesa ‘Betavolt Technology’ está mesmo a trabalhar numa bateria nuclear que pode tornar a ideia de “carregamento” em algo do passado. Não só nos smartphones, como em qualquer aparelho que seja baseado numa bateria.

Estamos a falar de baterias capazes de armazenar energia para 50 anos de utilização diária.

Como é que tudo isto funciona?

De forma muito resumida e simples, estas baterias aproveitam decomposição radioactiva para gerar eletricidade. É uma tecnologia semelhante à utilizada em pacemakers e naves espaciais. Curiosamente várias empresas afastaram-se desta tecnologia devido aos elementos radioactivos, como o plutónio.

Porém, para acalmar essas preocupações, a Betavolt optou por construir uma versão da bateria com uma camada semicondutora de diamante e um isótopo de níquel em decomposição. Com os primeiros protótipos, a Betavolt Technology afirma que não há absolutamente nenhuma fuga de radiação e que nem sequer existem elementos tóxicos na mistura que dá origem à bateria.

Curiosamente, esta forma de produção tambm garante que estas baterias não podem explodir, e que na realidade até conseguem funcionar em ambientes com temperaturas extremas, de -60 a 120 graus Celsius.

Estas baterias estão quase prontas para a produção em massa!

Pois bem, até 2025, a Betavolt Technology quer fabricar pequenas baterias capazes de produzir um watt. Entretanto, o protótipo da bateria da empresa já passou à fase piloto e poderá ser produzido em massa em breve. Ou seja, o sonho pode estar mais perto do que achamos.

  • Para lhe dar mais informações, a Betavolt Technology colocou 63 isótopos nucleares num módulo mais pequeno do que uma moeda. Este modelo chama-se BV100 e pode produzir 100 microwatts de eletricidade.
  • Além disso, esta bateria nuclear pode fornecer uma tensão de 3V e mede apenas 15 x 15 x 5mm. Se precisar de mais do que uma, a empresa diz que estas baterias podem ser unidas para criar células mais poderosas e com maior capacidade de armazenamento de energia.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.