Estes automóveis são os que mais se envolvem em acidentes!

Embora o mercado de veículos usados tenha vindo a tornar-se mais transparente ao longo dos anos, ainda há muito espaço para melhorias. De acordo com a investigação da carVertical metade dos BMW verificados na plataforma já tinham sofrido danos. São também um alvo muito procurado pelos ladrões, com uma percentagem de 17,7% de furtos. Em 2023, cerca de 7,5% de todos os veículos verificados na plataforma tinham tido a sua quilometragem adulterada, num total de 7,7 mil milhões de quilómetros. O Volkswagen Golf foi o automóvel mais popular de 2023, ultrapassando o BMW Série 3. Vamos então olhar para os automóveis que mais se envolvem em acidentes entre outras coisas. 

Os automóveis da BMW são os que mais se envolvem em acidentes

Em 2023, na carVertical, identificaram-se 1,78 milhões de ocorrências associadas a danos – um aumento em relação aos 1,4 milhões registados no ano anterior. O valor de danos mais elevado é o de um Lamborghini Huracán, que sofreu danos no valor de 250 000 €.

O total de danos sofridos pelos veículos no âmbito da investigação ultrapassou os 4,4 mil milhões de euros. Em 2022, este número era de 5,1 mil milhões de euros.

bmw, automóveis em acidentes

A BMW é a marca de automóveis mais danificada em acidentes, sendo que 48,4% de todos os veículos da marca tinham algum registo de danos. A Audi (43,9%), a Škoda (43,7%), a Dacia (43,5%), e a Lexus (42,4%) não ficaram muito atrás. Em média, 39,3% de todos os veículos usados e verificados na plataforma sofreram danos. Isto sugere que as hipóteses de comprar um automóvel com um historial duvidoso são bastante elevadas.

- Advertisement -

Os automóveis alemães de gama alta são os que mais atraem os ladrões

No ano passado, identificaram-se vários veículos roubados na carVertical. No entanto, o número real de roubos pode ser cem vezes superior na Europa, uma vez que os carros roubados raramente chegam ao mercado de usados. Na maior parte das vezes, desmontam-se e vendem-se como peças no mercado negro.

Os veículos da BMW são os mais desejados pelos ladrões, já que, nos veículos verificados na carVertical, 17,7% de todos os furtos eram de carros deste fabricante alemão. Os modelos da Mercedes-Benz (15,3%) e da Audi (12%) também atraem os criminosos, o que sugere que os proprietários de veículos de luxo devem ser cautelosos. A Ford (6,1%) e a Volkswagen (5,4%) também fazem parte do top 5.

Entretanto a maioria dos veículos roubados nasceram entre 2016 e 2019, sendo que os veículos com 5 a 7 anos são muito desejados no mercado de veículos usados. A maioria dos carros roubados foi produzida em 2016 – cerca de 12,4%.

1 em cada 13 veículos tem a quilometragem adulterada

De todos os veículos verificados na carVertical em 2023, 7,5% sofreram manipulação. Isto significa que 1 em cada 13 carros no mercado tinha o conta-quilómetros alterado, levando os compradores a pagar a mais por esse veículo. No total, registaram-se, na plataforma, 7,7 mil milhões de quilómetros falsificados, um ligeiro aumento em relação aos 7,4 mil milhões do ano anterior.

A maior alteração de quilometragem do ano pertence a um Volvo V70 – alterou-se a quilometragem nuns impressionantes 450 000 km. Só podemos imaginar a quilometragem real deste carro antes da alteração. No entanto, ninguém consegue bater um Toyota RAV4, que tinha uma quilometragem de 993 000 km no odómetro.

Certas marcas de veículos são mais suscetíveis à fraude de quilometragem. O facto de 14,3% de todos os automóveis Opel terem sido alvo de fraude de quilometragem realça a importância da verificação do historial quando se pensa em comprar um automóvel usado. A seguir à Opel está a Jeep (12,8%), Land Rover (11,4%), Lexus (10,8%) e Porsche (10,5%).

As manipulações de quilometragem são mais comuns nos automóveis antigos. Assim cerca de 13,8% de todos os automóveis fabricados em 1995 tinham a quilometragem adulterada, o que faz deste o ano de produção mais arriscado para comprar um veículo. A fraude de quilometragem também ocorre muito entre os automóveis fabricados entre 2012 e 2016, em que as taxas de registo de quilometragem rondam os 11%. Os conta-quilómetros dos automóveis mais recentes podem-se controlar através de ferramentas de diagnóstico especiais e não exigem intervenção mecânica.

O Volkswagen Golf foi o veículo com a quilometragem mais falsificada em 2023

No que diz respeito aos veículos preferidos pelos utilizadores da plataforma, a BMW conquistou a coroa com uma percentagem de 14,7%. Isto significa que 1 em cada 7 veículos verificados na plataforma pertence à BMW. A Volkswagen (14,3%), a Audi (11,9%), a Mercedes-Benz (8,4%), e a Ford (5%) também foram opções populares.

Golf, vw, 1.0 TSI

Entretanto em 2023, o modelo mais procurado na carVertical foi o Volkswagen Golf (responsável por 4,91% de todas as verificações de histórico na plataforma). O BMW Série 3 (4,89%), o Volkswagen Passat (3,8%), o BMW Série 5 (3,7%) e o Audi A4 (3,5%) também se popularizaram entre os compradores de veículos usados.

Embora os condutores tenham diferentes preferências em termos de cores, o preto (29,6%), o cinzento (26,6%) e o branco (18,8%) dominam o mercado. Assim a percentagem de cores extravagantes como o verde, o roxo ou o amarelo raramente excede 1%.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.