Automóveis a gasóleo e gasolina vão ser banidos até 2035

As opiniões dividem-se. Uns preferem os veículos elétricos. Porém, outros, não largam por nada os veículos a gasóleo e gasolina. Ora esta luta com duas faces bem distintas vai-se intensificar em breve. É que a Inglaterra vai dar um exemplo que rapidamente será alargado ao resto do mundo. Este país já tinha afirmado que o objetivo era banir os veículos a gasolina e a gasóleo até 2040. Isto para impulsionar a venda dos veículos elétricos. Agora eis que o primeiro-ministro britânico antecipou esta data para 2035. Assim, este país quer ter emissão zero ao nível das estradas. Mas o que fará isto aos fabricantes automóveis, tanto na Inglaterra, como nas outras partes do mundo?

gasóleo e gasolina

Automóveis a gasóleo e gasolina vão ser banidos até 2035

Uma coisa é certa, os veículos a gasóleo e gasolina têm o destino traçado

É verdade que os carros elétricos podem ser o futuro. De facto reconheço diversas vantagens. No entanto ainda estão longe de ser o transporte ideal. Isto porque os tempos de carregamento ainda são longos (mesmo nos veículos mais rápidos a carregar). Para além disso, a autonomia não é nada do outro mundo, ainda que já seja boa. A meu ver isto só vai funcionar realmente quando os veículos elétricos forem parecidos com os automóveis a gasóleo e gasolina. Ou seja, uma autonomia muito semelhante e uma velocidade de carregamento ultra-rápida. Ou seja, como se fossemos meter gasolina.

gasóleo e gasolina

É verdade que ainda é cedo para termos o melhor dos dois mundos. No entanto, com a meta para banir as vendas dos veículos a gasóleo e gasolina a ser 2035 na Inglaterra e eventualmente noutras partes do mundo, 15 anos pode não ser muito para resolver todas estas questões.

Não é propriamente muito difícil resumir, neste momento, as vantagens e desvantagens atuais dos elétricos. Dito isto e no caso das mais-valias temos vantagens para o ambiente com a redução das emissões de carbono no entanto com algumas reservas (pode ler mais sobre isto aqui), menos ruído nos automóveis e uma boa potência. Ao nível das desvantagens são claramente mais. Menor autonomia, duração da bateria e o preço mais elevado. No entanto, esta última questão deverá ser resolvido nos próximos anos.

É que com os desenvolvimentos tecnológicos e a disponibilidade dos equipamentos elétricos em larga escala, o preço vai descer.

Fonte

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Produção de chips vai ser demasiada em 2023. Queda de preços?

Segundo a IDC, o mercado de semicondutores vai crescer 17.3% durante o ano de 2021! Um número muito superior ao do ano passado, que...

Windows 11: PC Health Check Tool está de volta!

A Microsoft passou os últimos três meses a testar a aplicação PC Health Check Tool para o Windows 10. Lembro que é uma aplicação...

VLC 3.4 para Android: a versão que vale mesmo a pena instalar!

O VLC é sem dúvida um dos melhores leitores multimédia e tem a vantagem de estar disponível para todas as plataformas. Para além disso...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!