Aumentar velocidade do PC: O que deve considerar?

Aumentar velocidade do PC: É extremamente comum ver utilizadores à rasca com o desempenho do seu PC, prontos a gastar dinheiro em mais memória RAM, na esperança que o investimento dê mais alguns anos de vida à sua fiel máquina de jogos ou de trabalho.

No entanto, hoje em dia, a RAM pode não ser o componente mais importante quando tem em vista uma atualização de hardware.



Upgrade ao PC? O que deve considerar antes de avançar

velocidade do PC

Portanto, precisa mesmo de meter mais RAM ou RAM mais rápida no seu PC? Talvez! Nos tempos que correm, ter pelo menos 8GB de RAM deveria ser quase uma lei, especialmente se gosta de navegar na Internet, mexe muito com ferramentas de produtividade (como o Office), e joga um joguito ou dois nos tempos livres.

Por isso, se tem um PC com 6GB (ou menos) de memória RAM e sente alguma lentidão, sim, é boa ideia apostar no upgrade deste componente. (Antes de gastar o dinheiro, verifique se é possível meter mais RAM, visto que hoje em dia temos cada vez mais fabricantes a apostar em memória soldada diretamente na motherboard).

Dito tudo isto, se por acaso já tem 8GB (ou mais) de RAM. Talvez seja boa ideia investigar um pouco a situação e perceber o que afinal se está a passar para causar toda esta lentidão.

Verifique se tem algum Bottleneck no sistema!

Se por ventura tiver falta de RAM no seu sistema, é uma situação fácil de perceber através dos controlos de performance de sistema do Windows 10. Para isso, carregue na combinação Ctrl+Shift+Esc para ir ao Gestor de Tarefas e depois vá à Vista Avançada. Clique em Performance e depois em memória.

Depois basta utilizar o PC como normalmente faz todos os dias, metendo um olho naquela janela para ver o uso da memória. Ou seja, se está a ter problemas de lentidão e de pequenos crashes, mas tem sempre memória RAM livre… Então, meter mais um módulo não irá solucionar nada.

Tem o perfil XMP do seu kit de memória ativo?

Este é um dos erros mais comuns na construção de qualquer PC.

Pode comprar RAM com frequências de 3000MHz, 3600MHz ou até 4000MHz, mas se nunca ativar o perfil XMP do kit, é como se tivesse comprado um kit de 2133MHz. Que claro, é a velocidade stock de qualquer módulo de memória RAM DDR4.

Para solucionar isto, tem de ir à BIOS e escolher o perfil XMP (eXtreme Memory Profile) que lá se encontra. Se o seu PC for baseado num processador AMD, este campo pode ter o nome de DOCP em vez de XMP, mas é exatamente a mesma coisa.

O que é o XMP? É basicamente um perfil de overclock, para o qual o kit foi aprovado.

Verifique a velocidade e timings da sua memória RAM!

Verdade seja dita, apesar de simples, trocar a memória RAM não é tão fácil como trocar um disco rígido ou uma placa gráfica. É preciso perceber se o novo módulo é compatível com a sua motherboard, e claro, com os outros módulos instalados. Por isso, se for trocar tudo, veja qual é o máximo de velocidade que a sua motherboard suporta. Entretanto, se por ventura apenas for adicionar um módulo, compre igual, ou pelo menos tente igualar a frequência e timings do módulo mais antigo para evitar problemas de compatibilidade.

Em vez de mais memória RAM, compre um SSD!

velocidade do PC

Existem upgrades igualmente bons ou até superiores para a performance do seu PC. Onde claro está, temos o SSD.

Aliás, mesmo que tenha problemas de RAM, se por acaso ainda tem um disco rígido tradicional mecânico (HDD), a troca para um SSD é inegavelmente superior. Até porque, mesmo que fique sem RAM, o seu PC irá utilizar parte da capacidade do SSD como memória virtual! O que acaba por ser um bom boost à performance em dois campos distintos.

Olhe para o CPU e GPU o seu PC!

Mudar o CPU ou GPU poderá ser mais complicado, porque trás outros problemas para cima da mesa, como a compatibilidade da motherboard, falta de poder da fonte de alimentação, entre outras coisas.

Ainda assim, vale sempre a pena olhar para estes componentes, que são obviamente os mais críticos de qualquer computador. Até porque se perceber que o problema está num destes dois componentes, talvez seja boa ideia avançar para uma máquina completamente nova, em vez de ‘enterrar’ dinheiro um PC já em idade avançada.

Verifique as possibilidades de atualização no campo do processador, e perceba se vale a pena. Entretanto, se por ventura o problema estiver na placa gráfica, olhe também para as possibilidades que tem em cima da mesa. Tendo sempre em conta que meter uma placa gráfica nova com um processador antigo pode resultar num problema, devido a um potencial bottleneck.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também