ATENÇÃO: smartphones Xiaomi em risco! Samsung a salvo!

A Samsung não perdeu tempo. Depois do que foi relatado ontem a gigante coreana já corrigiu um problema que pode ser em grave em vários equipamentos. De facto, foi no segundo update de Maio que isto foi corrigido e como desconfiávamos aquele patch que foi lançado, foi mesmo para corrigir esta falha. É que quando achamos que a maioria dos perigos só podem ganhar acesso às nossas SMS ou a outros dados de aplicações, eis que se descobriu que há a possibilidade de estarem a ouvir as chamadas que fazemos através do nosso smartphone. Neste momento os smartphones da Xiaomi ainda estão em risco e não só.

ATENÇÃO: smartphones Xiaomi em risco! Samsung a salvo!

Isto foi algo descoberto pela empresa de segurança Check Point Research e as más notícias não ficam por aqui. É que para além da app perigosa dar acesso a todas as chamadas e SMS, ainda há a possibilidade de as gravar. Vamos ver quais as principais marcas afetadas.

Mas porque é que isto acontece?

O software Qualcomm Modem Interface (QMI) normalmente não está acessível a aplicações de terceiros. Mas infelizmente uma vulnerabilidade que foi descoberta pode permitir que algumas apps ouçam e gravem as chamadas e isto pode ser um grande problema.

Xiaomi em risco

Quais as marcas afetadas?

A QMI é utilizada em cerca de 40% dos smartphones Android. Neles estão equipamentos da Google, Samsung, OnePlus, LG e Xiaomi, embora possam existir outras. Neste momento o problema nos Samsung já está resolvido! A Check Point não quis referir tudo no seu relatório, nem tão pouco a forma de ataque, para ninguém o copiar como refere o site PhoneArena.

Neste momento ainda não há ocorrências relatadas nos smartphones Xiaomi em risco! Mas isto pode mudar…

A Check Point deu esta má notícia à Qualcomm em outubro do ano passado e classificou-a como uma vulnerabilidade de alto risco. Entretanto, o fabricante de chips avisou as marcas acerca deste problema. O que se sabe é não há correção, pelo menos para já. Assim espera-se que a Qualcomm e a Google resolvam este problema com um futuro update.

Xiaomi em risco

Seja como for a Qualcomm afirmou que disponibilizou correções para muitos smartphones Android em Dezembro do ano passado. Seja como for a correção não parece ainda disseminada.

A propósito disto a Qualcomm já emitiu um comunicado. Nele diz que a segurança e a privacidade são uma prioridade. Referiu também que já disponibilizou correções para os fabricantes em Dezembro de 2020. Pede igualmente às pessoas que atualizem assim que receberem a correção.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Em destaque

Leia também