Inicio Android Apps perigosas com 3 milhões de downloads imitam o Chrome

Apps perigosas com 3 milhões de downloads imitam o Chrome

Na semana passada, a Google anunciou que se ia unir às empresas de segurança ESET, Lookout e Zimperium para criar a App Defense Alliance. Lembramos que esta aliança ainda não tinha sido anunciada quando 49 novas apps de adware foram listadas pela primeira vez na Google Play Store e que se faziam passar por jogos e apps de câmera. Descobertas pela Trend Micro, estas 49 apps perigosas foram descarregadas mais de 3 milhões de vezes.

Apps perigosas com 3 milhões de downloads imitam o Chrome

Agora há mais informações acerca destas ameaças para Android e como funcionam, por isso tenha muito cuidado.

apps perigosas

Estas apps que essencialmente consistem em adware ocultam os seus ícones, tornando-os quase impossíveis de desinstalar. Posteriormente mostram diversos anúncios completos no smartphone da vítima. A única forma de fechar os anúncios que estão sempre a surgir é pressionar o botão Voltar ou o botão Home. Sabe-se agora que o atalho da aplicação que se pensava escondido, afinal estava disfarçado como browser Chrome. Até usa o mesmo ícone e tudo.

Entretanto, quando se toca no mesmo, ele cria vários atalhos na página inicial que mostram um anúncio de página inteira quando selecionado. Escusado será dizer que todos esses anúncios esgotam rapidamente a memória de um smartphone. E mesmo que o dispositivo esteja com pouca memória, ele vai continuar a mostrar anúncios até que seja praticamente impossível utilizar o aparelho. Entretanto, a exclusão dos ícones de atalho não vai excluir a aplicação. A única forma de o remover é aceder às configurações do smartphone, abrir as configurações, as aplicações, encontrar a app e excluí-lo.

Se por algum motivo não conseguia detetar em que app parecia estar esta ameaça, agora já sabe.

Entretanto estas aplicações já desapareceram da Play Store e não foi só a Google a perceber que estas aplicações são maliciosas, nem a firma de segurança que as descobriu. Nos comentários às apps podia ler-se coisas como: “Lixo, por favor, não descarregue esta aplicação. São apenas anúncios, só isso, nada mais”. Outro relata que “… os anúncios continuam a aparecer.” Um terceiro afirma que: “Não encontrei nada útil e os anúncios estavam em todo o lado”.

De facto quando vemos uma aplicação com comentários como este mais vale ficarmos longe. Infelizmente este não é caso único e há muito mais aplicações do género espalhadas por aí! Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Your Phone do Windows vai ficar muito mais poderoso!

Com o Windows 10 Build 20221, a aplicação Your Phone da Microsoft vai ter direito a uma novidade. Chama-se “fixação de notificações”. Para quem...

Microsoft Edge vai mesmo rebentar com o Google Chrome!

O novo Microsoft Edge está lentamente a chegar a todos os dispositivos através do Windows Update e também vem pré-instalado no update de Outubro...

Oppo Reno4 Lite: certificação revela especificações principais

A Oppo está a trabalhar arduamente na familia de smartphones Reno. Dito isto, já apresentou o Oppo Reno4 e o Reno4 Pro na China...

TicWatch Pro 3: justifica-se um preço de 299 Euros?

A Qualcomm revelou dois novos chipsets para wearables em junho. Falo do Snapdragon Wear 4100 e 4100+. Os novos chips são uma atualização significativa...

Nokia 7.3: novas imagens revelam todos os pormenores!

Antes do evento Nokia Mobile há alguns dias, houve relatos de que o Nokia 7.3 seria lançado em 22 de setembro. No entanto, este...