App na Play Store: agora é muito mais fácil escolher!

Escolhermos a aplicação certa, por vezes, não é uma tarefa fácil. Existem muitos fatores em jogo. Por vezes, queremos uma app para fazer uma determinada função mas estamos numa rede móvel e não queremos gastar muito tráfego. Noutras a Internet nem é o problema, mas queremos guiar-nos pelo número de downloads para ver se a app que encontrámos valerá a pena. Ora a Google quer tornar este processo de encontrar a app perfeita muito mais simples. Assim, conforme foi relatado pelo site AndroidPolice, a Google Play Store vai começar a mostrar informações adicionais, mesmo nos resultados da pesquisa. Ou seja, é muito mais simples escolhermos uma app na Play Store!

Agora é muito mais fácil escolhermos uma app na Play Store!

Alegadamente, a Google vai incluir a dimensão da aplicação o e a contagem de downloads juntamente com mais informações da app. Anteriormente, só podíamos verificar a classificação, categoria e programador. Assim não era possível termos acesso a outros elementos nas listas. Para termos essas informações tínhamos de ir mesmo à pagina da app. Agora tudo se torna mais simples.

app na Play Store

Por enquanto, as informações adicionais apenas estão visíveis em regiões limitadas. No entanto, isto vai chegar a todas as zonas. A atualização parece ser pequena mas pode, sem dúvida, dar muito jeito. É importante assinalar de que se trata de uma atualização do servidor, portanto não há opção para a instalar manualmente.

Entretanto e já que falamos na loja da Google saiba que uma ameaça na Google Play Store foi descarregada para 1,7 milhões de dispositivos. O truque foi esconder-se em mais de 56 apps, muitas delas para crianças. Ou seja, um verdadeiro perigo à solta.

app na Play Store

Chamada Tekya, consiste numa família de malware que gera cliques fraudulentos em anúncios e banners entregues por agências como AdMob, AppLovin ‘, Facebook e Unity da Google. Para dar aos cliques o ar de autenticidade, o código faz com que os dispositivos infectados usem o mecanismo “MotionEvent” do Android para imitarem ações legítimas dos utilizadores. Quando os investigadores da empresa de segurança Check Point descobriram o problema concluíram que as apps perigosas não foram detetadas pelo VirusTotal e pelo Google Play Protect. 24 das apps que continham o Tekya destinavam-se a crianças. Entretanto, a Google removeu as 56 aplicações depois do alerta por parte da Check Point. Pode ler mais sobre isto aqui.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Steam Deck: Uma consola portátil com Windows 11 e Linux!

A Steam Deck é um dos pedaços de hardware mais interessantes dos últimos tempos, afinal de contas, não estamos a falar de uma simples...

A mais recente atualização da PS5 melhorou a performance!

É normal ver atualizações de firmware a trazer novas funcionalidades, correção de bugs, e melhorias na estabilidade do sistema. Mas uma atualização capaz de...

Office: há uma nova versão para insiders e já pode descarregar!

A Microsoft lançou uma nova versão do Office para insiders e já a pode e deve descarregar. Trata-se da Build 14517.20000 e está disponível para...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!