Apple rejeitou cerca de 958 mil aplicações na App Store!

spot_img

Embora muitos critiquem a abordagem da Apple de rever todas as aplicações e atualizações de aplicações que chegam à App Store, há uma boa razão para isso. Proteger os utilizadores de aplicações maliciosas! E parece que, de 2020 a 2022, a Apple rejeitou cerca de 958 mil aplicações na App Store.

Apple rejeitou cerca de 958 mil aplicações na App Store!

Trata-se de aplicações que tentavam obter demasiados dados sensíveis ou violar a privacidade do utilizador de qualquer outra forma. A privacidade é algo que a Apple leva muito a sério, pelo que este facto não deve ser uma surpresa. Também vemos muitas aplicações de malware no Android, e inúmeras listas de aplicações que as pessoas precisam de desinstalar imediatamente. O mesmo não acontece no iOS.

A Apple evitou mais de 5 mil milhões de dólares em transações fraudulentas desde 2020
Embora estas aplicações procurem muitas vezes obter informações dos utilizadores e potencialmente vendê-las, muitas vezes, também procuram obter dinheiro desses utilizadores. E a Apple afirmou que evitou mais de 5 mil milhões de dólares em transações fraudulentas desde 2020. Também impediu a transação de milhões de cartões de crédito roubados.

iphone, iPhone 14 Max downloads, aplicações na app store

Porque é que os criminosos utilizam as aplicações para obter esta informação? Bem, as aplicações geram uma tonelada de dados importantes que podem ser facilmente recolhidos e rentabilizados pelos programadores. Isto inclui a sua localização, que outras aplicações tem no seu telefone e que abre periodicamente, e muito mais.

Agora, no Android, a Google dá as boas-vindas às lojas de aplicações de terceiros. Não é esse o caso no iOS da Apple, pelo menos por enquanto. Claro que isso vai mudar graças à UE. Mas, como podemos ver aqui, a abordagem de mão pesada da Apple funciona para proteger os seus clientes de programadores maliciosos. Não se esqueça de que a Apple também recebe uma comissão de 30% sobre cada compra na App Store, incluindo as compras na aplicação.

Por isso, pode criticar a política de revisão da Apple para aplicações e atualizações de aplicações o quanto quiser. No entanto o que é certo é que ela poupa muitas dores de cabeça aos utilizadores. Sobretudo quando se trata de lidar com programadores com intenções maliciosas.

Não perca nenhuma informação importante. Registe-se na nossa Newsletter grátis e receba todas as notícias diariamente no e-mail. Siga-nos também no Google Notícias.
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.
- Publicidade - Globaldata

Em destaque

Leia também...