Play Store

Outro dia um leitor dizia e muito bem. Antigamente fazia-se artigos a falar das novidades na Google Play Store. Agora há quase uma necessidade de fazermos um a falar das ameaças que tentam entrar na loja de aplicações Android. Tudo com o objetivo de se infectar os utilizadores e angariar dinheiro. É que só em Setembro foram descobertas 172 aplicações infetadas na Play Store. O pior é que eles foram instaladas 335 milhões de vezes.

Google Play Store: 172 aplicações infetadas em Setembro e agora?

De acordo com informações recolhidas pelo investigador da ESET, Lukas Stefanko, só as aplicações com adware foram instaladas 300 milhões de vezes. Entretanto, outro tipo de ameaças que perfazem os números que faltam e que foram encontradas no Google Play dizem respeito a spam, anúncios escondidos e serviços premium de subscrição por SMS.

aplicações infetadas

Um aspecto que merece destaque é que os dados deste investigador apenas indicam o número de instalações quando estas apps foram descobertas. Neste momento ainda não é claro o número total que elas somaram ao longo do tempo.

Um aspeto positivo é que a maioria já não está disponível na Google Play Store.

Em Julho as coisas não estavam muito melhores uma vez que a Play Store alojava 205 aplicações maliciosas. Isto segundo dados do mesmo investigador.

O que se passa com a Google Play Store?

Absolutamente nada. Continua a fazer o seu trabalho e está a fazê-lo bem. De facto passaram estas 172 aplicações no mês de Setembro ou as 205 em Julho. No entanto se olharmos para o facto de que são submetidas diariamente milhares de aplicações nesta loja, este número é algo mínimo.

Assim não há nada infalível e mesmo os mecanismos automáticos e manuais que estão em vigor podem ser contornados.

É por esse motivo que devemos ter em atenção um pormenor…

Entretanto, antes de instalarmos uma aplicação, especialmente se ela não for minimamente conhecida, devemos olhar sempre os comentários. Normalmente comentários negativos e acreditem que há quem os faça, são sempre um bom sinal de alerta.

Não podemos confiar no número de instalações. Mesmo que seja maliciosa pode ter milhões de downloads.

Leia também:

Acede ao seu banco online? Cuidado com este ataque por SMS

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.