Ano novo trouxe uma ameaça no WhatsApp. Atenção aos links!

Na Internet tem-se estado a falar muito de uma ameaça no WhatsApp, nomeadamente alusiva ao ano novo. É um esquema muito banal, mas dado o período festivo, tem sido muito mais eficaz do que o habitual. Na prática, são mensagens que incluem ligações para páginas web infectadas com vírus.

Ano novo trouxe uma ameaça no WhatsApp. Cuidado com os links!

Se seguir estas ligações pode comprometer a integridade do seu smartphone ou computador. Para além disso, vai ficar exposto a publicidade invasiva. Será também levado a introduzir dados pessoais ou a registar-se para serviços que apenas o vão encher de lixo. Estas ligações estão normalmente disfarçadas de mensagens normais, mas que normalmente não estão completas. Servem apenas para lançar o isco. Para as ler terá de dar um clique na ligação que é disponibilizada.

ameaça no WhatsApp

É verdade que há muitas pessoas que não são afetadas por estes esquemas. No entanto, considerando que estamos numa época festiva, pelo grande número de mensagens que recebemos, acabamos por cair mais facilmente nos esquemas.

Claro que o melhor conselho que lhe podemos dar é não abra ligações. Assim não terá problemas.

De facto, as mensagens nas épocas festivas são muitas. A propósito disto, o WhatsApp disponibilizou uma infografia que destaca alguns dos marcos mais importantes desta aplicação desde o seu lançamento. Para além disso, esta app de mensagens revelou um pormenor muito interessante. É que a Véspera de Ano Novo foi o dia em que foram enviadas mais mensagens em dez anos de história.

De facto, no dia 31 de dezembro de 2019 e mais concretamente entre as 12h e as 23h59, pessoas em todo o mundo enviaram 100 mil milhões de mensagens no WhatsApp, incluindo mais de 12 mil milhões de fotos.

Entretanto, há outro pormenor interessante e que diz respeito às funcionalidades mais utilizadas ao longo do ano. Foram as mensagens de texto, estado, mensagens multimédia, chamadas e mensagens de voz.

Hoje, o WhatsApp tem mais de 1,5 mil milhões de utilizadores por mês e eventualmente vai chegar aos 2 mil milhões até o final de 2020. A aplicação está presente nas plataformas Android e iOS, mas existe também uma aplicação para computador desde 2016.

De facto, o WhatsApp é daquelas aplicações que todos utilizamos. Seja qual for a classe etária, vejo muitos utilizadores dependentes desta app. Tudo porque nos ajuda a comunicar mais e melhor.

Leia também:

WhatsApp diz adeus a alguns smartphones Android e iOS

Fonte

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Microsoft Surface Duo: o smartphone que não faz falta no mercado

A Microsoft anunciou o primeiro smartphone dobrável em Outubro de 2019. No entanto ele só chegou às lojas quase um ano depois. Não se...

YouTube: finalmente já é possível descarregar vídeos no PC!

No Android e no iOS, o YouTube Premium permite armazenar conteúdos para serem visualizados offline. Entretanto a possibilidade de descarregar vídeos do YouTube está...

Windows 11: Microsoft acaba de deixar os utilizadores em pânico!

Há coisas que são difíceis de compreender. Como referimos outro dia na Leak, a Microsoft lançou uma nova versão do PC Health Check Tool....

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!