Android: faça isto para as apps não divulgarem os seus dados

Hoje em dia, os smartphones podem fazer tudo. Infelizmente, também podem monitorizar tudo. Os smartphones tornaram-se uma mina de ouro de extração de dados, mas o utilizador não é impotente. Assim há coisas que pode fazer para tornar o seu menos acessível e valioso para aqueles que procuram lucrar com a sua atividade. A localização exata dessas configurações pode ser diferente no seu dispositivo, mas  também pode pesquisar o aplicativo de configurações para encontrar as coisas com mais facilidade. Assim faça isto para as apps não divulgarem os seus dados.

Android: faça isto para as apps não divulgarem os seus dados

Mantenha o controlo das permissões do seu telefone

Há certas partes do seu telemóvel às quais as aplicações têm de pedir permissão para aceder. Uma aplicação não pode abrir a câmara, a menos que lhe dê permissão. Não pode aceder ao microfone. Não pode pesquisar nos seus ficheiros.

não divulgarem dados

Algumas das aplicações fornecidas com o seu telemóvel podem ter permissões que pretende revogar ou pode ter concedido permissões indesejáveis a aplicações que instalou sem prestar muita atenção. Pode alterar esta situação abrindo Definições > Segurança e privacidade > Privacidade > Gestor de permissões.

Desde o Android 12, os telemóveis vêm com uma funcionalidade conhecida como Painel de privacidade. O Painel de privacidade mostra não só quais as aplicações que têm que permissões, mas também com que frequência e quão recentemente acederam às mesmas. Pode clicar numa aplicação que pareça estar a abusar dos seus privilégios e impedir o seu acesso no futuro.

- Advertisement -

Impedir que a Google recolha dados de aplicações

Quando configurar um dispositivo Android pela primeira vez, se disser sim a todas as perguntas que o Google fizer durante a configuração, irá fornecer ao gigante das pesquisas muitas informações sobre si. Felizmente, pode dizer ao Google para não recolher estas informações. Em alguns casos, como o histórico de navegação na Web e de visualização do YouTube ou os dados de localização, pode até dizer à Google para os eliminar. Também pode configurar uma programação de eliminação automática para que o Google possa guardar apenas os dados gerados recentemente.

Pode auditar estas opções acedendo a Definições > Segurança e privacidade > Privacidade > Controlos de atividade.

Revogar permissões para aplicações não utilizadas

Embora seja útil verificar periodicamente as permissões a cada poucos meses, muitas vezes não nos lembramos de o fazer. Felizmente, o Android pode revogar automaticamente as permissões de aplicações que não são utilizadas há algum tempo.

Nos telemóveis mais recentes, esta funcionalidade pode já estar ativada. Para ter a certeza, aceda a Definições > Aplicações e selecione uma aplicação. Desloque-se para baixo até “Pausar a atividade da aplicação se não for utilizada” e ative a opção. Para além de revogar as permissões, isto também elimina os ficheiros temporários e pára as notificações da aplicação em questão.

Desinstalar aplicações não utilizadas

Muitas aplicações que queremos ou precisamos tendem a recolher muitos dados em segundo plano. Algumas aplicações de redes sociais, de transmissão de vídeo, de compras, de edição de imagens e outras aplicações semelhantes podem monitorizar o que fazemos com os nossos telefones, mesmo quando não estão a ser utilizadas. Podemos aceitar isto tranquilamente quando uma aplicação fornece uma funcionalidade que utilizamos com frequência, mas se já não estivermos a utilizar uma aplicação, não há razão para a deixar continuar a sugar silenciosamente estes dados.

não divulgarem dados

Percorra a gaveta de aplicações e tome nota das aplicações que já não utiliza – depois remova-as. Pode fazê-lo mantendo premido o ícone de uma aplicação e seleccionando “Informações da aplicação”. Em seguida, prima o botão de desinstalação. Em alguns telemóveis, pode simplesmente premir um ícone e selecionar “Desinstalar”.

Instalar apenas aplicações de fontes verificadas

De imediato, só pode instalar aplicações de lojas de aplicações pré-certificadas, como a Play Store e a Galaxy Store. Se tentar instalar um ficheiro APK do Android diretamente a partir do seu browser Web ou de uma fonte de terceiros, o seu telemóvel tentará bloquear esta instalação. Isto deve-se ao facto de muitas aplicações maliciosas serem distribuídas como APKs que não seriam permitidas com segurança nas lojas de aplicações certificadas.

updates para as apps, Cubes, reinstalar apps apagadas, android aplicação perigosa, créditos da Google Play Store, remover vírus do smartphone, Google Play Store filtragem, foi à Play Store, android instalou estas apps

Para a maioria das pessoas, manter as lojas predefinidas é uma boa regra de ouro. No entanto, isto não quer dizer que as pessoas, especialmente os utilizadores mais técnicos, nunca devam instalar aplicações de locais alternativos.

Agora já sabe o que fazer para as suas apps não divulgarem dados.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.