(Análise) Xiaomi Watch 2: Finalmente alguma lógica!

A gama de relógios inteligentes da Xiaomi é complicada, talvez até mais complicada que a confusão que era a gama de smartphones da empresa há alguns anos atrás. Afinal de contas, a Xiaomi tanto faz relógios inteligentes mais simples como é o caso da Smart Band (Mi Band), como desenvolve relógios inteligentes mais a sério tendo como base um sistema operativo próprio, como também desenvolve relógio baseados no Sistema Operativo da Google, o Wear OS, como é o caso do Watch 2 Pro, e é o caso deste Watch 2 em análise.

É complicado perceber qual é o melhor, ou se a coisa depende do caso de uso e carteira dos consumidores.

Mas, é inegável que a aposta Wear OS está a ser muito bem feita! Afinal, se o Watch 2 Pro é incrível para o utilizador mais exigente, e nem por isso abusa no preço, este Watch 2 vai ser ainda mais interessante para quem tem um orçamento mais limitado.

(Análise) Xiaomi Watch 2: Finalmente alguma lógica!

Portanto, antes de olhar para o Watch 2 como um produto independente, temos obrigatoriamente de olhar para aquilo que mudou face ao Watch 2 Pro. É que não foi assim tanta coisa quanto isso.

Sim, a qualidade de construção não é a mesma, visto que o Watch 2 é baseado num corpo de alumínio em vez de aço inoxidável, porém, é também um pouco mais leve graças a essa mudança. Além disso, o Watch 2 Pro conta com uma coroa digital, enquanto o Watch 2 fica pelos dois tradicionais botões laterais. Para terminar, a pulseira também é obviamente mais barata, mas isso é o menos, visto que é possível comprar um qualquer modelo de 22mm numa Amazon desta vida, e ficar mais bem servido.

As mudanças menos óbvias estão na remoção do sensor de impedância, que é capaz de lhe oferecer uma leitura da massa magra, gorda, e densidade óssea no modelo Pro. O Watch 2 também não tem funcionalidade eSim.

Mas, há boas notícias, porque o SoC é exatamente o mesmo (Snapdragon W5+), e temos também GPS dual-band.

Design

Antes de mais nada, temos aqui um relógio inteligente redondo baseado num ecrã AMOLED de 1.43” com uma resolução 466*466 e capacidade de chegar aos 600 nits de brilho máximo. Este mesmo ecrã é também muito mais plano face ao Watch 2 Pro, o que acaba por oferecer uma identidade muito mais banal. O que é normal, é um relógio banal, com pouca identidade. Mas isso não tem problema nenhum, porque o que é importante é ser bonito, e ser funcional. Especialmente nestas gamas de preço.

Em suma, o Xiaomi Watch 2 é simples, leve e agradável à vista. É uma boa escolha para quem pretende ter um relógio discreto no pulso 24 horas por dia, 7 dias por semana. (Está disponível em Cinza e Preto.)

Software

Tal e qual como o já mencionado Watch 2 Pro, o Xiaomi Watch 2 é baseado no sistema operativo Wear OS, agora na versão 3.5. É assim um dos únicos relógios do mercado, a par dos Pixel Watch, Galaxy Watch e OnePlus Watch, a trazer este software para cima da mesa. É também um relógio que vai certamente receber a atualização para as próximas versões, visto ter como processador o poderoso e fiável Snapdragon W5+ Gen1.

Dito tudo isto, ao ser baseado no Wear OS, este Xiaomi Watch 2 tem um acesso previligiado ao ecossistema Google, o que claro está, significa suporte à Google Play Store, onde pode encontrar YouTube, Google Maps, Google Pay, Spotify, etc… Além disso, também tem Google Assistente a partir de comandos de voz ou combinação de botões.

É o melhor software para quem tem um smartphone Android, e na verdade, o Xiaomi Watch também faz uma das melhores gestões de notificações do mercado, o que se deve ao facto de aproveitar uma versão muito “limpa” do SO da Google. No fundo, parece um Pixel Watch maior, mais bonito, e claro, mais barato.

Pixel Watch 2 é a bandeira do Wear OS, porém, é um relógio caro e criticado pelo seu tamanho diminuto.

Treino!

Como deve saber, quando temos produtos que perdem o nome Pro, e por isso chegam mais baratos ao mercado… As fabricantes acabam sempre por fazer alguns compromissos.

Isso costuma acontecer muito nos sensores, com estas a optarem por menos sensores, e quase sempre de menor qualidade.

É por isso que o sensor de bioimpedância ficou de fora, mas, quanto à qualidade do resto, nada a apontar. O Watch 2 foi capaz de aferir corretamente os meus treinos, e também foi muito capaz nas caminhadas que faço ao fim de semana graças ao GPS Dual-Band, uma característica que até nos modelos mais caros começa a ser rara.

Vale também a pena salientar que temos certificação 5ATM, o que claro significa que pode ir nadar sem grandes preocupações.

Autonomia

Os relógios Wear OS nunca foram muito conhecidos pela sua autonomia, mas, estão melhores. Dito isto, este Watch 2 da Xiaomi promete 65 horas de bateria com um único carregamento.

65 horas significaria quase 3 dias. Mas, num uso mais normal, com monitorização de treino e sono, 1 dia e meio é uma métrica mais real. Se usar GPS, baixa para 1 dia.

Conclusão

A 199€, e até já consegue encontrar preços mais apelativos que este, o Xiaomi Watch 2 é uma proposta muito interessante para quem quer um relógio a sério. Especialmente para quem não quer ficar agarrado a sistemas operativos proprietários, ou a hardware demasiado antigo.

É bonito, é rápido, e tem um forte suporte por parte da Xiaomi. Recomendado!

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados