(Análise) Sony OLED TV A90K 42”: Brutal para… Tudo!

Sony OLED TV A90K 42” – O que dizer de uma fabricante que sabe o que faz no mundo das TVs, e que também domina o mundo das consolas com o seu ecossistema PlayStation? Pois bem, se quer uma TV de qualidade para jogar, não tem de ir muito longe!

Hoje vamos falar da Sony TV OLED A90K de 42”, que tanto serve de TV para streaming de conteúdo multimédia 4K, como TV de luxo para ligar a sua PlayStation 5, e se quiser, também como monitor para o seu PC topo de gama. É uma TV capaz de fazer tudo, e na verdade, capaz de fazer tudo bem. Algo curioso, porque esta nem é a TV topo de gama da gigante Japonesa Sony!

- Advertisement -

Sim, leu bem, esta A90K OLED fica acima da A80K OLED que já tivemos o prazer de testar, e claro, fica abaixo da A95K, por sua vez baseada na tecnologia QD-OLED, que claro está, também tivemos o prazer de testar, e verdade seja dita, nos deixou saudades.

Dito tudo isto, vamos tentar perceber o que vale esta TV de 42”, que tenta fazer tudo ao mesmo tempo?

(Análise) Sony OLED TV A90K 42”: Brutal para… Tudo!

Portanto, esta TV está disponível no tamanho de 42”, bem como no tamanho de 48”, sendo um modelo diferente daquilo a que estamos habituados no mundo das TVs, porque aqui, a Sony tem um outro foco.

Ou seja, este tipo de TV não foi desenvolvido e lançado para o tipo de consumidor que quer ver séries, filmes, e o ocasional jogo de futebol ao fim de semana. Nada disso! Esta Sony OLED A90K foi feita a pensar nos jogadores de consola, e de PC.

Aliás, esta TV faz parte da série “Perfeita para a PS5”, e por isso mesmo, traz algumas funcionalidades muito interessantes, que vão dar jeito enquanto joga, como o Auto HDR Tone Mapping, e o Auto Genre Picture Mode.

Mas vamos por partes, para tentar perceber o que temos em mãos.

Design

Neste campo, a Sony nunca desilude, com a TV a aparecer muito compacta, mas ao mesmo tempo, a parecer também robusta, algo que nem sempre é certo no mundo OLED, em que o painel é feito de um fino e frágil painel de vidro.

Foi a TV OLED que menos preocupações me deu a montar, e a desmontar. Além disto, é também a TV que melhor ficou no meu pequeno setup de quarto, que tanto serve para jogar, como para ver o tradicional Netflix à noite. Porquê? É muito simples! A TV é capaz de conjugar um design robusto, e minimalista, com margens extremamente finas em todo o painel.

Apesar do facto de a Sony não ser conhecida por ser uma fabricante barata, a verdade é que esta TV parece mais cara do que aquilo que realmente é.

 

Performance e Funcionalidades

Tal e qual como a A95K, esta TV conta com 2 entradas HDMI 2.1, e 2 outras entradas HDMI 2.0. Ou seja, nas duas primeiras entradas, temos os tão desejados 4K a 120Hz, com VRR e ALLM incluídos.

Além disto, temos ainda as funcionalidades exclusivas da PS5, que por sua vez significam uma fidelidade de cores incrível, ou de forma mais concreta, as cores que as equipas de desenvolvimento de cada jogo queriam que você visse. (Sim, uma das entradas HDMI 2.1 suporta eARC!)

Como a grande maioria das TVs Sony, temos aqui um aparelho baseado no SO Google TV, o que claro está, também significa total integração com o ecossistema Google. Isto também inclui a presença de um microfone para falar com o Google Assistente.

Quanto à performance propriamente dita, jogar nesta TV foi uma das melhores experiências que tive com a Sony PlayStation 5 nas minhas mãos.

Porém, como monitor, a experiência já não foi assim tão boa, porque verdade seja dita, esta TV continua a ser muito mais TV, do que é monitor.

Ou seja, com esta TV ligada ao nosso PC, podemos realmente usufruir de uma qualidade de imagem inegável, graças à qualidade do painel OLED. Mas, no campo das funcionalidades Gaming, é possível ficar mais bem servido com um produto pensado para esse tipo de uso.

Em suma, como TV para consumo de conteúdo multimédia de alta qualidade, e para consolas, esta A90K impressiona bastante, graças ao processamento proprietário de imagem da Sony, que em certo momentos, até nos faz pensar que temos uma A95K à frente. Algo incrível, porque na grande maioria das vezes, é possível ver um exagero de processamento de imagem, o que torna a imagem viva, mas por vezes falsa. A Sony é capaz de oferecer um experiência viva, mas sobretudo realista.

O contrasto é também ele suberbo, novamente graças ao painel OLED.

Som

Outro campo onde a TV impressiona, graças à tecnologia Acoustic Surface Audio+, que faz vibrar todo o painel para gerar som de grande qualidade. Claro que nada disto dispensa o uso de um bom sistema de som, ou auscultadores se estiver a jogar.

Porém, para ver uma série ou filme, à noite, chega perfeitamente, com uma qualidade condizente com o preço da TV.

Conclusão

A Sony A90K OLED é incrível. É uma TV que promete ser capaz de fazer tudo, ou quase tudo, e na verdade, cumpre quase tudo. Para nós, fica apenas atrás das rivais QD-OLED, o que é normal, visto que essa já é uma gama acima, e mais cara.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Sony OLED TV A90K 42'' - O que dizer de uma fabricante que sabe o que faz no mundo das TVs, e que também domina o mundo das consolas com o seu ecossistema PlayStation? Pois bem, se quer uma TV de qualidade para jogar,...(Análise) Sony OLED TV A90K 42'': Brutal para... Tudo!