(Análise) ROG Phone 6D: Máquina! Agora com MediaTek!

(Análise) ROG Phone 6D Ultimate – A ASUS é uma das fabricantes de smartphones que mais passa debaixo do radar, especialmente no mundo dos smartphones topo de gama, muito provavelmente, porque continua a ser muito mais conhecida pelos seus portáteis e componentes para o mundo dos PCs. Mas, na realidade, devia ser uma das que mais chama a atenção dos consumidores! 

Afinal de contas, a fabricante está constantemente nos tops de performance, o que não acontece apenas e só na gama ROG, visto que o ZenFone 9 também é um aparelho impressionante, ao mesmo tempo que tenta trazer algumas novidades para o ecossistema Android.

Este ROG Phone 6D Ultimate é um smartphone pensado para os jogos, mas, ao mesmo tempo, é também o aparelho mais rápido a marcar presença no meu bolso durante todo o ano de 2022. Sim, tem um SoC MediaTek em vez de Qualcomm, mas em 2022… Isso interessa? 

A MediaTek está a usar o mesmo exato processo de produção da sua rival Qualcomm, e ao que tudo indica, está a ser capaz de ultrapassar a sua velha rival em vários campos. Em quase 2 semanas de teste, este ROG Phone 6D nunca soluçou, mal aqueceu, e sempre meteu respeito.

(Análise) ASUS ROG Phone 6D: Que máquina! Agora com MediaTek

- Advertisement -

Portanto, há algumas semanas atrás, falámos sobre o ASUS ROG Phone 6, um dos mais recentes smartphones Android topo de gama da ASUS, equipado com um SoC Qualcomm Snapdragon 8+ Gen1, que claro está, prometia ser o smartphone mais rápido e mais robusto do mercado.

Pois bem, passadas algumas semanas, está agora na hora de dar as boas vindas ao ROG Phone 6D, uma versão ‘especial’, em quase tudo parecida à versão ‘6’, mas agora com um SoC MediaTek Dimensity 9000+, em vez do SoC Snapdragon. Isto resulta no quê? Num aparelho tão ou mais rápido, a um preço um pouco mais em conta.

Vamos por partes?

Especificações Técnicas

  • Ecrã: AMOLED 6,78” com resolução FHD+ // 165Hz // Toque: 720Hz
  • SoC: MediaTek Dimensity 9000+
  • RAM: 16GB LPDDR5
  • Armazenamento: 512GB UFS 3.1
  • Câmeras:
    • Sensor principal com sensor de 50 MP (Sony IMX766)
    • Sensor ultrawide com sensor de 13 MP
    • Sensor macro com sensor de 5 MP
    • Câmera frontal de 12 MP (Sony IMX663)
  • Conectividade:  5G, WiFi em banda dupla, som estéreo, Bluetooth 5.2, NFC, Dual-SIM
  • Bateria: 6000mAh com carregamento rápido de 65W
  • Dimensões e Peso: 173 x 77 x 10,3 mm / xxxg

Design e Ecrã

Em termos de design, e até de ecrã, o ROG Phone 6D é em tudo igual ao ROG Phone 6 lançado algumas semanas antes. Temos um ecrã OLED de 6.78” com uma profundidade de cores de 10-bit, suporte a HDR10+, e uma taxa de atualização de frames capaz de ir até aos 165Hz.

À semelhança das versões mais apetrechadas do ROG Phone 6, neste ultimate também temos um pequeno ecrã na traseira, capaz de vários extras que realmente fazem a diferença. Seja para ver a percentagem da bateria em carregamento, ver se alguém lhe está a ligar, ou que notificações tem no seu aparelho.

É uma das especificidades mais interessantes, e que espero ver em mais aparelhos a partir daqui.

Performance

O que dizer disto? O ROG Phone nunca foi um aparelho pouco capaz, nem mesmo nas suas primeiras versões. Se quer performance pura e dura, este é um dos smartphones que tem de estar obrigatoriamente na sua lista. É algo que não muda com o uso de um SoC MediaTek.

Aliás, isto tem de ser dito… Os SoCs Mediatek Dimensity lançados este ano, são incríveis! A marca tem uma má imagem aos olhos dos consumidores mais casuais, devido ao seu afastamento das gamas mais altas do mundo Android há alguns anos atrás. Mas isso mudou! A MediaTek está a fazer um esforço brutal, sendo inegável que já apanhou a Qualcomm, isto, a um preço mais em conta.

Não tenha medo dos SoCs MediaTek mais recentes! Até porque este ROG Phone 6D, com um SoC MediaTek Dimensity 900+, ultrapassa o SoC Qualcomm Snapdragon 8+ Gen1 em mais que uma métrica.

São no fundo, processadores muito similares, quase como se fossem irmãos separados à nascença.

Entretanto, no campo do design, que acaba por afetar a performance, uma das diferenças deste aparelho face aos ROG Phone 6, é mesmo uma nova e renovada aposta na refrigeração interna. Com o 6D Ultimate a contar com uma “portinha”, para que a ventoinha incluída na caixa faça o seu trabalho de forma ainda mais eficiente.

Uma especificidade gira, mas que honestamente, não é necessária para usufruir de todo o poder do aparelho. Eu sou completamente contra as ventoinhas, e acessórios exagerados que a ASUS, e ademais fabricantes continuam a lançar, que na verdade ninguém vai usar no dia-a-dia.

O ROG Phone 6D é uma máquina eficiente, e poderosíssima, sem extras! É uma mean machine!

Câmera

Quando compra um smartphone focado nos jogos, é provável que o seu foco não seja a câmera fotográfica. Sendo exatamente por isso, que durante muitos anos, a ASUS, e outras fabricantes, tenham optado por cortar nesta componente, para apostar noutras.

No entanto, como a ASUS já não está sozinha neste mercado, viu-se obrigada a apostar em… bem… Tudo! O que claro está, implica a performance fotográfica. Neste caso, correu bem! Existem bugs, que acredito ser possível de corrigir através de atualizações de software, mas a base está toda aqui.

Ora veja:

Quanto aos bugs, temos aqui um exemplo de uma foto frontal, em que o processamento de imagem parece ter confundido alguns detalhes do terreno com a minha própria pele. (Passei a mensagem à ASUS! Isto vai ser corrigido numa atualização futura).

Bateria

Como referimos em cima, temos a mesma exata bateria do ROG Phone 6D, ou seja, uma célula de 6000mAh com suporte a carregamento rápido de 65W. É uma bateria que dura, e dura, e dura. Algo que não se deve apenas ao seu tamanho físico, que por sua vez explica a grossura do aparelho, mas que também se deve à eficiência do SoC, muito igual à eficiência que o Snapdragon 8+ Gen 1 trouxe para cima da mesa, na segunda metade de 2022.

Infelizmente, continuamos a não contar com carregamento sem fios, algo que eu consigo compreender, visto ser um Gaming Phone, mas que verdade seja dita, em 2022, já começa a ser algo irritante para os entusiastas, que teimam em carregar tudo, ou quase tudo, sem fios.

Conclusão

O ROG Phone 6D Ultimate, é um aparelho sem compromissos, que cumpre em todos os campos daquilo que fazem um smartphone pertencer à gama mais alta do mercado. Temos performance, temos qualidade de imagem, e finalmente, temos também uma boa performance na campo da captura de imagem.

Obviamente, que ao ser um gaming phone, continua mais grosso, e mais pesado… Mas… Hoje em dia… Muitos são os aparelhos grossos e pesados só porque sim. Pelo menos, este ROG Phone 6D, tem razões para ser, e aproveita-as ao máximo.

Recomendado! (Saiba mais aqui)

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

O ASUS ROG Phone 6D Ultimate é um aparelho que me enche as medidas, e que apenas peca em dois campos. O facto de não ter carregamento sem fios, e claro, o seu preço.(Análise) ROG Phone 6D: Máquina! Agora com MediaTek!