Inicio Android (Análise) ROG Phone 3: A ASUS já não anda a brincar!

(Análise) ROG Phone 3: A ASUS já não anda a brincar!

Quando falamos de qualquer ASUS ROG Phone, estamos a falar de um smartphone que aposta tudo e mais alguma coisa na performance e fluidez. Ao fim ao cabo, é uma gama de smartphones focada apenas e só na experiência de jogo. Bem… Podemos ir um nível acima disto e dizer que a ASUS pretende eventualmente oferecer uma experiência muito similar ao que podemos encontrar no mundo dos PCs.

Estamos longe desse ‘sonho’?

Um pouco, mas uma coisa é certa, estamos muito mais perto com um ROG Phone 3 na mão, do que com qualquer outro aparelho do mercado.

Dito tudo isto, a ASUS também já não é o ‘wildcard’ que era no passado, especialmente depois do sucesso de 2019, onde o ZenFone 6 vendeu que nem pãezinhos quentes. Por isso, além de um bom smartphone, queremos também perceber se este ROG Phone 3 é mais um passo da marca rumo ao topo do mercado de smartphones.



(Análise) ROG Phone 3: Um simples gaming phone, ou o melhor Android do mercado?

ROG Phone

Especificações técnicas principais:

  • Ecrã AMOLED 10-bit HDR10+ de 6.59” (1ms), capaz de chegar aos 144Hz e resposta ao toque de 270Hz. (Conta com certificações para conforto visual // Resolução: 2340 x 1080)
  • SoC Qualcomm Snapdragon 865 Plus 3.1Ghz (Suporte a Overclock e Underclock)
  • Armazenamento UFS 3.1
  • Memória RAM até 16GB LPDDR5
  • Bateria de 6000 mAh
  • Suporte a redes 5G
  • Sistema de refrigeração GameCool 3
  • Áudio GameFX (7 ímanes para mais poder e menos distorção)

Portanto, como já disse algumas vezes na Leak, o ROG Phone 2 (Review Aqui) foi um dos aparelhos que mais me impressionou no ano passado, visto que não só foi capaz de oferecer uma performance de topo, como também contava com o primeiro ecrã OLED capaz de chegar aos 120Hz.

Sim, a funcionalidade que a Samsung ofereceu nos seus Galaxy S20 de 2020, e que tanto se esforçou para publicitar… A ASUS já tinha no bolso em 2019.


Nota do Redator:

Apesar do mercado de Gaming Phones ser basicamente um ‘nicho’, a verdade é que as suas funcionalidades inovadoras são quase sempre adotadas por outros modelos ‘mainstream’ mais tarde. Um excelente exemplo é mesmo os ecrãs de 90, 120 e 144Hz, que são agora uma das características chave dos topos de gama de muitas fabricantes de referência do mundo Android. (Algo que tivemos a oportunidade de ver pela primeira vez no Razer Phone de 2017 e ROG Phone 1 de 2018)

Entretanto, claro que não é justo comparar um ‘gaming phone’ com um topo de gama tradicional! Ou será que é?

O que queremos não é um telemóvel rápido? É que para isso precisamos dos melhores componentes, ou seja, faz todo o sentido olhar para um aparelho deste tipo. E claro, se há coisa que irá encontrar neste ROG Phone 3, é tudo o que a indústria tem de melhor.

Mas vamos por partes.

Design e Ecrã

O ROG Phone 3 é um autêntico monstro das especificações ao contar com o super rápido Snapdragon 865+ a 3.1GHz, e uma bateria de 6000mAh. Mas o que realmente impressiona no meio disto tudo, é que mesmo com o acréscimo da bateria e de performance, as dimensões do aparelho não mudaram em relação ao modelo do ano passado.

Uma vantagem porque não só não terá de lidar com um aparelho gigantesco, como também irá ter suporte a todos acessórios do modelo do ano passado. (Ainda assim, a ASUS renovou toda a gama de acessórios para acompanhar o novo aparelho)

No entanto, se pensa que por ter as mesmas dimensões tem aqui um aparelho digno de entrar na Fashion Week, pode desde já tirar o cavalinho da chuva!

Um ROG Phone não é nem nunca será um aparelho super fino e sem margens, porque não é essa a filosofia deste segmento. E ainda bem que assim é, neste segmento queremos é performance e autonomia para dar e vender. E na verdade, no campo do design, o ROG Phone 3 até é um aparelho bastante interessante dentro da sua onda dos videojogos, ao contar com uma iluminação RGB forte e linhas arrojadas a fazer lembrar um carro de corrida cheio de cavalagem.

Ecrã

ROG Phone 3

Pois bem, apesar do design e formato do aparelho não ter mudado muito, o ecrã teve uma evolução extremamente interessante. Ao fim ao cabo, temos um painel OLED capaz de chegar aos 144Hz, o que claro está, traz um mundo completamente novo de fluidez ao mundo dos smartphones.

É que os 144Hz são apenas parte da história, para completar o pacote temos 1ms como tempo de resposta, bem como uma resposta ao toque de 270Hz.

Isto é algo que tem de experienciar em primeira mão para perceber o impacto que este tipo de ecrã irá ter no seu dia-a-dia. No meu caso, posso dizer que voltar para um ecrã de 60Hz vai ser uma autêntica dor de cabeça. Mas lá está, é este o objetivo da ASUS.

Entretanto, a resolução FHD+ (2340 x 1080) já não impressiona ninguém em 2020, visto que já temos ofertas a tocar nos 3200 x 1440 como a gama Galaxy S20. Ainda assim, isto é algo que verdadeiramente não me incomodou durante o período de teste. Contudo, é fácil dizer que o OLED Samsung que equipa os Galaxy S20 e Note 20 Ultra é capaz de oferecer cores mais reais e pretos mais produtos. (Os pretos no ROG 3 parecem ficar sempre um pouco baços)

Quanto ao design do ecrã, como é um telemóvel para jogos, pode esquecer o tão desejado ‘Ecrã Infinito’! Aqui temos margens bastante evidentes para evitar os afamados toques acidentais enquanto joga. Bem como uma câmera frontal montada na margem de cima. Temos também acesso a um sensor de impressão digital debaixo do ecrã OLED

Performance e Autonomia

O ROG Phone 3 está equipado com o muito recente Snapdragon 865+, um processador capaz de chegar a uns impressionantes 3.1Ghz! E claro, para manter tudo bem alimentado, temos ainda uma impressionante célula de 6000mAh. Por isso, a performance e autonomia nunca irão ser um problema neste menino. Como pode ver em baixo:

Muito resumidamente, o ROG Phone 3 não apresenta ‘soluços’, ‘breaks’, ou qualquer outra falha de performance. Isto é quase como conduzir um Ferrari sempre com o pé a fundo, a viagem das nossas vidas só termina quando acaba a gasolina! No entanto, neste caso, o depósito (6000mAh) é capaz de garantir pelo menos um dia inteiro de uso intensivo com o modo de 144Hz ligado, o que é seguramente impressionante.

Não esquecer que temos carregamento rápido de 30W, bem como modos de carregamento lento para garantir que a bateria dura o máximo de tempo possível. Infelizmente, o carregamento sem fios ficou na gaveta… Mas temos a possibilidade de usar a entrada USB-C lateral para carregamento enquanto jogamos, ou no meu caso, enquanto conduzo e ligo o rádio do carro à entrada USB-C de baixo para ouvir música do Spotify ou Tidal. Sim, de forma um pouco surpre não temos entrada Aux neste ROG Phone.

Fotografia

O grande objetivo de um Gaming Phone nunca é, e provavelmente nunca irá ser, o trono do mundo fotográfico. Contudo, posso facilmente dizer que o ROG Phone 3 não é capaz de tirar uma má fotografia! Claro que não tem o Zoom do Huawei P40 Pro, ou qualidade fotográfica do novo Note 20 Ultra, mas é um telemóvel que nunca o irá deixar ficar mal no campo da fotografia, em qualquer situação em que se encontre.

Curiosamente, o ROG Phone 3 até é capaz de filmar em 8K a 30 FPS, por isso, até no campo das funcionalidades ficará bem servido.

Pois bem, isto foi o que o ROG Phone 3 foi capaz de oferecer:

Conclusão

ROG Phone 3
Um dos acessórios mais interessantes do ROG Phone 3, uma capa com RGB!

Antes de mais nada, posso dizer que o ROG Phone 3 é sem grandes dúvidas o smartphone mais poderoso à face da terra. E meus amigos, já testei todos os topo de gama do mercado, incluindo os Gaming Phones já lançados em 2020, onde tenho de salientar o BlackShark 3 da Xiaomi e Red Magic 5G da Nubia.

Além disso, é também um smartphone que sai um pouco fora da caixa, ao oferecer um design com linhas mais agressivas que o tradicional Galaxy, Mate ou iPhone. Mas que na verdade é uma lufada de ar fresco, e que até me faz sentir um pouco ‘radical’.

Entretanto, se estiver interessado já pode comprar aqui:

  • ROG Phone 3 (16GB RAM) -> 1099€
  • ROG Phone 3 (12GB RAM) -> 999€
  • Strix Edition (8GB RAM) -> 799€

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Leak, Recomendado, review Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

1 COMENTÁRIO

Leia também

(Super Resumo) Porque está a Intel a cair e a AMD a subir?

Porque está a Intel a cair e a AMD a subir? - É óbvio que existem muitos fatores para a atual tendência no mercado...

Xiaomi Mi TV 4S de 43”- Já pode comprar uma televisão 4K a 252€

Xiaomi Mi TV 4S de 43''- Já pode comprar uma televisão 4K a 252€- Caso não saiba, a Xiaomi fez uma forte a aposta...

(Especial) A Apple ‘matou’ a concorrência com os novos chips M1?

A Apple 'matou' a concorrência com os novos chips M1? A melhor resposta para esta pergunta é... Ainda não! Mas, os primeiros tiros de...

Sabia que as placas gráficas antigas tinham memória expansível?

Alguma vez desejou ter mais memória VRAM na sua placa gráfica? Só mais 1 ou 2 Gigas que o jogo que está a tentar...

Criador de Naruto voltou para pegar em Boruto. Será boa ideia?

Pessoalmente, sou um grande fã de Naruto! Para mim, é um dos Animes que mais me tocou e que ainda me puxa para de...