(Análise) Razer Hammerhead Pro: Qualidade e som de topo!

(Análise) Razer Hammerhead Pro: Há muito tempo que a Razer deixou de ser uma fabricante de aparelhos apenas focados nos jogos. Aliás, estes Razer Hammerhead TWS Pro são a prova viva disto mesmo, visto que estamos a falar de um par de earbuds perfeitamente capaz de competir com as grandes marcas do mercado. (Tanto na qualidade de som, como na qualidade de construção)

Contudo, antes de começar a review, quero falar um pouco da qualidade destes meninos da Razer de uma forma prática e na verdade, bastante engraçada… Ora bem, certo dia cheguei à minha sala de estar, abro a case dos fones para ir fazer uma corrida, e para minha surpresa, apenas tinha um dos buds dentro da caixa. Curiosamente, a minha mãe viu a minha cara de surpresa, e perguntou o que se passava. Ao que eu respondi “Epá… Não sei, ontem quando arrumei os fones, estavam os dois, não lhes toquei mais desde aí”.

Pois bem, eis que em toda a sua inocência (e óbvia cara de pau), a minha mãe mencionou que viu um “aparelhómetro muito parecido a estes fones no passeio, quando varreu a casa”, ou seja, na rua. Já percebeu o que aconteceu? Ao limpar a mesa, os fones caíram no chão, a caixa abriu, deixando escapar um dos buds. Bud esse que ficou na rua ao frio, ao sol, e à chuva uma noite inteira.

Porque razão isto cai dentro da qualidade de construção?

É simples, fui à rua verificar a situação, peguei no bud, meti dentro da caixa, e estava a funcionar a 100%. Se isto não é um teste de resiliência prático, nem sei o que dizer!

Esquecendo a história, vamos à review.



(Análise) Razer Hammerhead Pro: Qualidade e som de topo!

Hammerhead Pro:

Portanto, os Razer Hammerhead Pro são uma melhoria muito significativa relativamente aos velhos Hammerhead TWS. Afinal de contas, mudaram de open-air para sealed fit, têm um som muito melhor (provavelmente graças à parceria com a THX), temos ainda a adição do cancelamento de ruído ativo, e claro, um modo de baixa latência para os jogos.

Além de tudo isto, para garantir um excelente seal e conforto, a Razer incluiu uma grande gama de ear-tips suplentes, incluindo esponjas Comply.

Mas será que tudo isto justifica o preço? É uma pergunta complicada de responder, porque estes earbuds estão certamente lá em cima em termos de qualidade sonora. Mas falham nas funcionalidades extra, como a capacidade de se ligarem a dois aparelhos ao mesmo tempo, ter reconhecimento de voz, ou de funcionalidades como o Spatial Audio.

Hammerhead Pro:

Prós:

  • Excelente qualidade de som
  • Qualidade de construção
  • Ear Tips à escolha dentro da caixa
  • Conexão
  • ANC

Contras:

  • Preço
  • Caixa não suporta carregamento sem fios
  • Autonomia podia ser melhor

Design

Hammerhead Pro:

Em termos de design, verdade seja dita, os Hammerhead Pro não saem muito do tradicional molde de fones sem fios do mercado, o que não é obviamente uma má notícia, visto que são bastante bonitos e sóbrios.

Bem… Na parte da sobriedade, acho que a Razer poderia ter um ido um pouco mais além, ao adicionar RGB, ou pelos algum tipo de iluminação aos seu logo na traseira de ambos os buds. Afinal de contas, estamos a falar de uma marca muito conhecida pelo Gaming e pela sua iluminação RGB, por isso, seria uma jogada interessante para se diferenciar de tudo o resto que já encontramos no mercado.

Curiosamente, é algo que até já fez em alguns modelos com fios, mas que por alguma razão não quis fazer aqui. (Provavelmente devido à bateria)

Hammerhead Pro:

Entretanto, o logo da Razer é o ponto de contacto para comandar tudo através do toque. Que nos testes, foram sempre bastante responsivos. (Podem ser modificados através da App da Razer disponível para Android e iOS)

Curiosamente, os fones contam com certificação IPX4, por isso, pode levá-los para uma corrida ou para o ginásio (quando estes abrirem).

Performance

Quanto à performance, a Razer meteu aqui drivers de 10nm, apresentando ainda uma certificação THX para adoçar ainda mais o pacote. Estamos a falar de um produto capaz de oferecer um som rico, equilibrado, quer seja para ouvir música até furar os tímpanos, ou simplesmente para chamadas, consumo de multimédia, ou gaming.

É possível personalizar o EQ através da aplicação já mencionada. Mas na verdade, eu deixei quase sempre no modo THX, por achar o mais rico e mais poderoso para o estilo de música que ouço.

Hammerhead Pro:

No campo dos Codecs, temos suporte a AAC e SBC, mas infelizmente, o Apt-X ficou de lado.

Entretanto, temos ainda o tão desejado ANC, que na minha experiência se provou ser bastante decente, apesar de ficar aquém daquilo que outras fabricantes oferecem. Como é o caso da Sony, da Apple, e até da Samsung.

Por fim, temos ainda a funcionalidade ‘chave’ da Razer neste produto, o modo Gaming que reduz a latência para 60ms, algo essencial para que não sinta atrasos nos jogos. Um modo que pelos menos no nosso teste funcionou bem, apesar de ser um “sorvedor” de bateria.

Bateria

Estes Hammerhead impressionam em quase tudo, menos no campo da bateria. Afinal de contas, a funcionalidade Gaming de baixa latência aumenta significativamente o consumo de bateria, algo que já não é realmente grande coisa por si só.

Afinal de contas, temos aqui uma autonomia a rondar as 4 horas, o que fica um pouco aquém daquilo que a Apple, Jabra, Samsung e Sony são capazes de oferecer nos seus produtos.

Ainda assim, a caixa de carregamento é capaz de oferecer ‘sumo’ para mais 20 horas. (Contudo, não tem carregamento sem fios, uma falha grande no mercado atual, e que não faz grande sentido tendo em conta o preço do produto).

Conclusão

Hammerhead Pro:

Em suma, os Razer Hammerhead Pro são um par de earbuds impressionante, com uma qualidade de som capaz de rivalizar com as melhoras ofertas do mercado.

Aliás, acredito mesmo que se o preço fosse ligeiramente mais baixo (um corte de 50€ seria suficiente), estaríamos aqui a olhar para um ‘must have’. Mesmo com as desvantagens do carregamento sem fios inexistente, ANC mais fraco, e bateria ligeiramente sub-par.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também