Inicio Jogos (Análise) Ori and the Will of the Wisps - Uma lufada de...

(Análise) Ori and the Will of the Wisps – Uma lufada de ar fresco!

(Análise) Ori and the Will of the Wisps – Uma lufada de ar fresco! – É inegável que a Sony e a sua PlayStation 4 dominam o mundo dos videojogos, com números extraordinários, especialmente quando olhamos para as consolas vendidas. Contudo, já disse aqui várias vezes que a Microsoft não gosta de se meter em nada para perder, é uma empresa que não gosta de ficar em segundo… Em nada!

Portanto, é preciso ter olhos em cima do departamento de jogos desta gigante Norte Americana, porque ou muito me engano, ou as favas não vão estar contadas na próxima geração que deverá meter a PS5 contra a Xbox Series X! Pois bem, este Ori and the Will of the Wisps é na minha opinião, um claro sinal de que as coisas podem mesmo estar a mudar, ao ser lançado em simultâneo para a Xbox One e PC.

(Análise) Ori and the Will of the Wisps – Uma lufada de ar fresco!

Ori and

Portanto, quando Ori and the Blind Forest chegou ao mercado em 2015, os jogadores ficaram encantados com o design fantasioso, animações e jogabilidade super fluída. Isto já para não falar do impacto emocional que a arte visual e música trouxeram para cima da mesa. Foi basicamente um título que facilmente tocou no coração de todos os jogadores que decidiram apostar neste exclusivo Microsoft.

Ou seja, Ori and the Will of the Wisps tinha uma sombra bastante grande, visto que chegou ao mercado com a grande missão de superar ou pelo menos igualar os feitos do seu antecessor.

Pois bem, pode ficar descansado, a sequela é claramente um jogo superior, em vários sentidos.

Gráficos, Cenários e Banda Sonora

Antes de mais nada, assim que é introduzido ao jogo, é-lhe apresentado uma nova personagem, uma coruja denominada de Ku. Ou seja, muito resumidamente, assim que entra no jogo, leva logo com uma ensaboadela de sentimentos, quando vê a família de Ori a tentar meter um sorriso na face de Ku.

Dito isto, a coisa até parece ficar bem encaminhada quando o jogador consegue meter a Coruja a voar… Mas rapidamente tudo corre mal quando uma tempestade leva Ori e Ku para uma região desconhecida cheia de perigos.

Uma zona que é simplesmente linda! Os designers estão de parabéns!

Ori and

Estamos a falar de um jogo que nunca teve a missão de ser uma maravilha gráfica, ou seja, nunca foi a missão do estúdio puxar pelo hardware do seu PC ou da sua consola Xbox. Mas uma coisa é certa, os cenários estão lindíssimos, apresentando uma vida e energia que é simplesmente palpável. O que claro está, em conjunto com a banda sonora, temos aqui uma experiência por vezes apaixonante, outras tensa, enquanto outras vezes é apenas assustadora.

Dito tudo isto, além dos cenários, as criaturas estão também muito bem animadas! Algo que ajuda bastante na imersão de jogo, visto que quer esteja a saltar, a falar ou a lutar contra uma outra personagem, todos os atos parecem super fluídos, prendendo sempre a sua atenção ao ecrã.

Jogabilidade

Ori and

Ori and the Will of the Wisps é basicamente a mistura de um jogo de plataformas, com combate mas também com alguns puzzles à mistura. Ou seja, apesar de simples, é um jogo que lhe vai fazer puxar pela cabeça, e por vezes também puxar pelos nervos, visto que fica sempre com um sentimento de revolta quando falha um salto ou perde contra um boss! Mas isto não é culpa do jogo, é mesmo da falta da habilidade do jogador. (Contudo, pode ficar descansado, rapidamente apanha o jeito da coisa)

O jogo começa um pouco lento, visto ser muito parecido ao original na jogabilidade. Mas assim que começa a desbloquear alguns poderes, é um título que rapidamente se  transforma, agarrando-o nas garras do vício.

Como explicar o ‘feeling’? Parece que ganha uma noção de liberdade e poder quando Ori começa a ser capaz de utilizar as suas novas habilidades. O que claro está, em conjunto com o grafismo e fluidez, tudo se torna numa experiência simplesmente brutal.

Sistema de Combate

Ori and

No início do jogo, irá apenas conseguir lutar contra os perigos da floresta com uma simples tocha. Contudo, com o passar do tempo, vai ganhar acesso a novas habilidades mas também novas armas, nomeadamente uma espectacular espada de luz.

Além disto, ao longo da aventura poderá também colecionar Spirit Shard para posteriormente aumentar as suas skills e habilidades. Algo que permitirá ao utilizador escolher evoluir a personagem da maneira que achar melhor para o seu próprio estilo de jogo.

Ainda assim, apesar do sistema de combate muito bem conseguido, a verdade é que muitas vezes irá querer evitar novos confrontos, porque as lutas são basicamente todas iguais… Pelo menos até chegar aos bosses! Que por acaso não são muito complicados, tem é de perceber como funcionam primeiro.

Posso dar um exemplo, afinal, o primeiro Boss que irá encontrar é um gigantesco e assustador lobo que irá encurralar Ori numa ‘mini cena scriptada’. Pois bem, sem saber bem o que tinha de fazer, se lutar ou fugir, ainda morri ali umas boas 4 ou 5x! Isto até perceber que apenas tinha de dar umas cacetadas com a tocha e fugir… Vezes sem conta, até derrotar o bicho.

Os Puzzles

Esta é uma parte muito divertida do jogo, onde temos de combinar os movimentos e saltos de Ori para tentar chegar a uma nova parte da aventura. Sendo extremamente recompensador conseguir itens extra quando conseguimos fazer saltos ou outras manobras de maneira perfeita.

Conclusão

Em suma, Ori and the Will of the Wisps tem muito para oferecer, especialmente se gosta de sentir a história que está a jogar. Além disto, é também um dos jogos que mais oferece na componente artística, com cenários e personagens simplesmente fabulosos.

Nota: 9/10 –> Recomendado!

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

Assistente da Google prepara-se para uma mudança radical!

O Assistente da Google está cada vez mais completo mas isso não significa que não haja uma mudança. De facto, já me começo a...

A primeira placa gráfica da Intel chega ao mercado ainda em 2020!

Na recente reunião de investidores, o CEO da Intel (Bob Swan) confirmou que o desenvolvimento dos GPUs Xe está a correr muito bem, e...

O iPhone 12 Pro é capaz de ‘adivinhar’ a altura de qualquer pessoa!

É completamente normal ficar a saber que a nova versão de um smartphone popular traz funcionalidades novas e por vezes até estranhas. Mas ficar...

Windows 10: novo update vai corrigir as duas últimas atualizações!

A Microsoft está a testar um novo update que vai resolver diversos bugs na atualização de Outubro de 2020 (20H2) e também na de...

É desta que o Microsoft Edge bate de vez o Google Chrome!

Nem sempre foi assim mas atualmente podemos dizer que o browser é das aplicações mais importantes no Windows. Neste campo há três grandes destaques....