Nokia 5 vs Nokia 6: Qual devem levar para casa?

150591
1
Share:

A Nokia já não lançava telemóveis desde os Lumias. Muitos anos antes de sequer se pensar num Nokia 5 ou num Nokia 6, destacam-se por serem dispositivos com boas especificações embora o seu tendão de Aquiles fosse, pelo menos para alguns, o sistema operativo Windows.

Agora, este fabricante está de volta. No entanto não é a mesma Nokia que conhecíamos. Como se recordam a Nokia vendeu a sua divisão de dispositivos móveis e dispositivos à Microsoft em 2013 com o objetivo de saírem de uma situação financeira complexa. Um ano mais tarde, a Microsoft Mobile tornou-se assim a sucessora da divisão de dispositivos móveis da Nokia. Posto isto, levou apenas dois anos até que a Microsoft Mobile vendesse esta área de negócio à HMD Global, que foi fundada pelo antigo executo da Nokia Jean-Francois Baril.

Foi assim que a Nokia entrou num negócio de licenciamento com a HMD que fez com que este se tornasse no fabricante exclusivo de smartphones e tablets Nokia fora do Japão. Este acordo permitiu ainda o acesso exclusivo por parte da HMD a algumas patentes e aplicações.

Nos novos modelos, a Nokia está a apostar numa aproximação que vai de encontro ao que os utilizadores pretendem quando adotam o sistema operativo Android. Achamos que é uma mudança bastante importante porque o Windows foi a razão pela qual alguns utilizadores não adquiriram um Lumia, apesar de gostarem do design e do preço dos equipamentos.

Nokia 5 e Nokia 6. Será que este fabricante se vai relançar no mercado como o gigante que era na altura do famoso 3310?

Recebemos para análise diversos equipamentos Nokia, sendo que pelas caraterísticas, resolvemos juntar o Nokia 5 e o Nokia 6 na mesma análise. No fundo, são estes dois smartphones que mais simbolizam (até agora e enquanto não sai o 8) este regresso da marca que sempre criou modas e agora tenta acompanhá-las.

Design

Os dois equipamentos, à primeira vista, têm um aspeto muito semelhante, especialmente porque no painel frontal encontramos apenas uma única diferença, ou seja, a posição da câmara. No entanto, estes dois telemóveis não poderiam ser mais distintos relativamente ao acabamento da parte traseira. O Nokia 5 tem um acabamento em alumínio enquanto que o Nokia 6 tem alguns acabamentos metálicos sendo a maioria da sua traseira composta por uma fibra bastante mais agradável ao toque dando-lhe um aspeto mais premium do que no Nokia 5.

A disposição dos botões laterais em ambos os smartphones é a mesma. Do lado direito encontram-se dois botões que controlam o volume e o outro botão para bloquear/desbloquear e ligar/desligar o dispositivo.

Existe uma diferença na disposição das ranhuras para inserir os cartões onde o Nokia 5 apresenta mais uma ranhura que o Nokia 6, sendo que ambos os telemóveis suportam dual sim e têm uma slot para expandir a memória.

Ambos possuem um leitor de impressões digitais convenientemente colocado entre os botões frontais do equipamento. O leitor funciona muito bem e permite um acesso rápido ao telemóvel.

Nokia 5

A parte traseira e lateral do Nokia 5


Nokia 6

A lateral e traseira do Nokia 6

Os Ecrãs

O Nokia 5 apresenta um ecrã IPS de 5,2 polegadas e o 6 apresenta um ecrã ligeiramente maior com 5,5 polegadas.

A maior diferença é na resolução da imagem onde o Nokia 6 ganha com uma resolução de 1920×1080 pixéis e o 5 com 1280×720. Isto dá uma clara vantagem ao 6 que tem a possibilidade de apresentar uma imagem com melhor qualidade.

Ambos possuem vidro Gorilla Glass que comparados com outros equipamentos são mais resistentes a riscos e a quedas.

Entretanto e para que possam verificar a resistência do vidro destes equipamentos, vejam as maldades que um site fez:

Um aspeto que importa salientar é ambos os equipamentos disponibilizam uma boa capacidade de visualização mesmo sob luz solar como podem verificar nas imagens abaixo:

Visualização do Nokia 5 no exterior

Visualização do Nokia 6 no exterior

Desempenho

Em termos de desempenho ambos os smartphones apresentam um processador Qualcomm Snapdragon 430 Octa-core 1.4 GHz onde a única diferença que pode afetar o desempenho é o facto do Nokia 6 apresentar 3 GB de RAM enquanto o 5 apresenta apenas 2 GB. Qualquer um dos Nokias permite uma boa experiência a jogar títulos como, por exemplo, o Modern Combat 5 , Asphalt 8 e Injustice 2.

A bem da verdade, ficámos realmente surpreendidos com a performance do Nokia 5 uma vez que corre os jogos com uma excelente fluidez e que em parte se deve ao facto do ecrã ter uma baixa resolução pelo que não é necessário um processador muito poderoso para renderizar as texturas do jogo a uma resolução de 1280×720 pixéis.

As câmaras

Em termos de câmaras, os dois equipamentos possuem uma câmara frontal de 8 megapixéis, sendo que as diferenças surgem apenas na câmara traseira. O Nokia 6 possui uma câmara de 16 MP e o 5 uma de 13. Como não será de estranhar, a câmara do Nokia 6 é bastante melhor em ambientes mais escuros, sendo que em ambientes mais iluminados ambas têm um bom comportamento.

Nokia 5:

Nokia 6:

Software

Ambos os telefones vêm com o Android Nougat 7.1 que chega ao equipamento tal e qual como é disponibilizado pela Google, ou seja, o Android não sofre qualquer alteração pelo fabricante, tendo uma interface limpa e cuidada como era de esperar.

Som

Tanto o Nokia 5 como o 6 apenas possuem uma coluna no painel inferior ao lado da entrada Micro USB. Esta coluna permite um som com alguma qualidade e é possível aumentar o volume até ao máximo sem que haja distorção do mesmo.

Bateria

Os dois equipamentos apresentam uma bateria de 3000 mAh que permite uma autonomia de um dia com uma utilização intensiva de jogos, conteúdos multimédia como o Youtube, chamadas e facebook. Talvez por o Nokia 5 não ter umas especificações tão exigentes como o seu irmão, a sua bateria dura ligeiramente mais tempo.

O Nokia 6 custa 269,99 euros e é uma boa aquisição em termos de qualidade/preço. É um excelente smartphone, a sua interface, o seu design e o seu desempenho fazem com que se tenha a sensação de um telemóvel de topo.

Já o Nokia 5 tem um preço de 229,99 euros. Apesar de apresentar umas especificações inferiores ao modelo acima mencionado, é um telemóvel bastante capaz de satisfazer um utilizador não muito exigente com a qualidade de vídeo no Youtube e que não utilize muito a câmara fotográfica.

Entre um e outro, achamos que a escolha é óbvia. É que por mais 40 euros obtêm um equipamento que acompanha os standards atuais para os telemóveis desta gama e que foi sem dúvida um dos dispositivos mais interessantes que já testámos na Leak, dentro desta gama de preço.

Share:

Dê a sua opinião