Inicio Especiais (Análise) Huawei Matebook 14: Um dos melhores ultrabooks?

(Análise) Huawei Matebook 14: Um dos melhores ultrabooks?

A Huawei é inegavelmente reconhecida por ser uma fabricante de renome no mundo dos smartphones. No entanto, se há coisa que a empresa tem conseguido fazer em 2020, é impressionar-me com os seus esforços no mundo dos portáteis Windows.

Afinal de contas, a gigante Chinesa já lançou portáteis de entrada de gama com uma construção muito acima da sua faixa de preço como o MateBook D14. Lançou também este MateBook 14 que temos agora em teste, e claro, como se não fosse suficiente, já se prepara para lançar o seu portátil mais apetrechado, o MateBook X Pro 2020.

(Análise) Huawei Matebook 14: Uma boa surpresa no mundo dos portáteis!

matebook 14

Portanto, se por acaso não tem estado atento aos esforços da Huawei no mundo dos Ultrabooks, talvez seja boa ideia começar a meter os seus holofotes nos portáteis da fabricante.

É que na minha opinião, temos aqui uma excelente alternativa para quem está prestes a entrar na faculdade e precisa de uma máquina robusta, poderosa, fina e leve para a jornada que aí vem.

Este MateBook 14 impressiona com um design simples, fino mas muito bonito, conseguindo ainda aliar tudo isto a um um peso irrisório e ainda a uma excelente qualidade de construção. Entretanto, se pensa que este portátil é apenas tecnologia oca e sem conteúdo, fique a saber que temos uma máquina equipada com a mais recente geração de processadores Intel Core 10000, placas gráficas NVIDIA, bem como grandes quantidades de memória RAM e capacidade de armazenamento.

Num mercado cada vez mais saturado de portáteis bonitos, leves e poderosos… Será que este MateBook 14 se destaca?

Design e Ecrã

matebook

Antes de mais nada, vamos começar com aquilo que salta imediatamente à vista, o design do aparelho. Pois bem, para ser completamente sincero, temos aqui um autêntico MacBook Pro, que em vez de contar com o macOS, vem equipado com o Windows 10 da Microsoft. E atenção, isto não é uma crítica! A Apple faz portáteis muito bonitos e duráveis, por isso, ver a Huawei a retirar uma página do livro da rival é seguramente algo de muito positivo.

Afinal de contas, temos um corpo fino (1,6cm), leve (1,5KG), ecrã de alta resolução com margens muito pequenas e ao contrário do MacBook da Apple, temos suporte a touch neste mesmo ecrã.

Sim, o ecrã impressiona graças à sua resolução QHD (2160 x 1440 / 3:2), margens de apenas 0,49mm e capacidade de abranger 100% doc ampo de cores sRGB, ao mesmo tempo que é capaz de chegar aos 300 nits de brilho. Entretanto, as margens são tão pequenas, que a Huawei decidiu meter a webcam no próprio teclado.

Quanto à conectividade, não estamos limitados pelo facto de ser um ultrabook super leve e fino. Ao fim ao cabo, temos acesso a duas portas USB-A, uma porta USB-C 3.1, saída HDMI e ainda um áudio jack de 3.5mm.

No entanto, nem tudo é positivo neste design… As colunas foram montadas na parte de baixo do portátil, o que é realmente uma pena. É que a qualidade do hardware de som não é má, o problema é que o som fica abafado e na verdade arruinado com esta escolha de design.

Além de tudo isto, temos ainda um botão ‘Power’ que serve também como uma forma de autenticação biométrica graças ao sensor de impressão digital integrado.

Por fim, temos o teclado, uma surpresa muito agradável, bem como um touchpad de grandes dimensões que é também seguramente um dos melhores do mundo dos ultrabook Windows.

Para mim, o único ponto negativo do teclado está na retro-iluminação que poderia ser um pouco mais forte.

Entretanto, como já disse em várias análises de portáteis, não sou de todo o maior fã de fazer reviews a portáteis, porque quem sofre é sempre a minha produtividade. No entanto, depois de ter escrito cerca de 300 artigos no espaço de um mês, posso dizer que este MateBook 14 é um dos melhores portáteis que tive a oportunidade de analisar no campo da escrita e produtividade!

Excelente trabalho por parte da Huawei.

Performance

Como disse em cima, temos aqui uma máquina equipada com um dos mais recentes processadores Intel na forma do Core i7-10510U, que é por sua vez acompanhado por 16GB de RAM e ainda uma placa gráfica dedicada NVIDIA GeForce MX350 que obviamente não irá ser capaz de aguentar com o novo Crysis no máximo, mas que o irá safar em sessões de gaming leves.

No entanto, existem alguns pontos negativos a assinalar visto que a RAM é DDR3, além disso, está soldada à motherboard e por isso é impossível de expandir ou trocar. O Wi-Fi 6 também ficou na gaveta por razões desconhecidas.

Entretanto, no campo do armazenamento, temos um SSD de 512 GB NVMe PCIe muito interessante que nunca me desiludiu no dia-a-dia. (Bench em baixo)

Conclusão

Com o meu uso nos últimos ~30 dias, posso dizer que temos aqui um portátil muito interessante para quem mete a produtividade e portabilidade acima de tudo. Nunca tive problemas de quebras de performance, com a máquina a ser capaz de lidar com tudo o que lhe atirei para cima.

Além disto, oferece uma boa performance em jogos simples como CS:GO, League of Legends, Fortnite, etc… Similarmente também não o deixará ficar na mão caso precise de fazer alguma edição de imagem ou vídeo.

Para mim, este é o sweet-spot para quem precisa de uma máquina ágil e leve para andar para todo o lado. Como é o exemplo do estudante universitário que dei em cima.

Autonomia

O MateBook 14 2020 impressionou no design, na performance, etc… Mas onde me deixou completamente boquiaberto foi mesmo no campo da autonomia! Especialmente porque temos aqui uma célula de 56 Wh, o que na verdade não parece nada de especial no papel.

Foi um dos únicos portáteis capaz de me dar a confiança de sair de casa sem carregador. Sendo capaz de oferecer uma autonomia a rondar as ~9 horas sem grande dificuldade com o meu tipo de uso (navegação web e produtividade).

É também uma máquina que não aquece muito nem produz grande ruído para a sua refrigeração. Poucas foram as vezes que notei as ventoinhas a rodar mais intensamente.

Conclusão

Em suma, tal e qual como no mercado de smartphones, a Huawei sabe muito bem o que está a fazer! Especialmente na qualidade de construção, algo que notamos logo assim que olhamos para o ecrã, teclado e touchpad. Ao fim ao cabo, é aqui que começamos a separar o trigo do joio.

Assim, o MateBook 14 2020 é uma máquina excecional, capaz de aliar um design simples mas apelativo, a uma performance de alto nível. Tudo isto a um preço muito equilibrado tendo em contas as especificações técnicas. Aliás, há quem diga que este menino é o melhor portátil ultrabook ‘overal’ para o seu preço, mas como ainda não tive oportunidade de testar alguns dos pesos pesados, vou ter calma e deixar essa afirmação no bolso.

Se por acaso estiver interessado na máquina, pode encontrar este modelo específico a 1249€ na Globaldata aqui. (Poderá também aproveitar o nosso cupão de desconto GDLEAK20)


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Leak, Recomendado, review Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também

(Especial) A Apple ‘matou’ a concorrência com os novos chips M1?

A Apple 'matou' a concorrência com os novos chips M1? A melhor resposta para esta pergunta é... Ainda não! Mas, os primeiros tiros de...

Sabia que as placas gráficas antigas tinham memória expansível?

Alguma vez desejou ter mais memória VRAM na sua placa gráfica? Só mais 1 ou 2 Gigas que o jogo que está a tentar...

Criador de Naruto voltou para pegar em Boruto. Será boa ideia?

Pessoalmente, sou um grande fã de Naruto! Para mim, é um dos Animes que mais me tocou e que ainda me puxa para de...

Google Maps mostra bebé a nascer na rua? Ou será que não?

Há uma localização no Google Maps que está gerar muita confusão. Tudo por causa de um bebé a nascer no meio da rua, pelo...

Netflix anunciou grande novidade para a plataforma! Saiba o quê!

A Netflix é neste momento uma das plataformas de Streaming mais bem-sucedidas em todo o mundo. E como tal, é necessário que a plataforma...