(Análise) Google Pixel 8a – O melhor gama média do mercado!

Os smartphones Pixel são sempre um assunto extremamente interessante para o nosso mercado Português, porque, durante muitos e longos anos, apesar de todas as suas capacidades e potencialidades, estes aparelhos nunca chegavam às nossas prateleiras de forma oficial. Isto significa que era necessário comprar lá fora, com todos os riscos associados a essa prática.

Mas, tudo mudou finalmente em 2023! A Google aproveitou a chegada dos Google Pixel 8 para lançar todo um ecossistema no nosso mercado à beira mar plantado, onde temos de salientar os topo de gama Pixel 8 e Pixel 8 Pro, bem como o gama média Pixel 7a.

- Publicidade -

Pois bem, passados mais ou menos 6 meses, está na altura de dar as boas vindas ao sucessor do Pixel 7a, o novo Pixel 8a! Um aparelho que, muito honestamente, significa uma melhoria há muito necessária para a gama média Android, em vários aspetos importantes daquilo que é a aquisição de um smartphone em 2024.

Aliás, podemos até dizer que este é o smartphone de gama média mais apelativo do mercado, e que mais faz sentido comprar se por ventura quiser ter uns vislumbres daquilo que é ter um smartphone a sério no seu dia-a-dia.

Vamos por partes?

(Análise) Google Pixel 8a: Melhor gama média do mercado! 

Especificações Técnicas

  • SoC: Tensor G3
  • Ecrã: 6.1” OLED (1080 x 2400) até 120Hz
  • Memória: 8GB
  • Armazenamento: 128/256GB UFS 3.1
  • Conectividade: WiFi 6E, Bluetooth 5.3
  • Bateria: Li-Po 4492 mAh
  • Câmaras:
    • Principal: 64MP (4K/30 e 60fps)
    • Ultrawide: 13MP, 120º, Correção de Lente
    • Frontal: 13MP
  • Peso e Dimensões: 152.1 x 72.7 x 8.9 mm // 188g

Design e Uso no dia-a-dia

Logo assim que o tira da caixa e começa a tirar algumas “primeiras impressões” e começa a olhar com olhos de ver, este Pixel 8a sente-se como um Pixel 8. Uma sensação que se propaga para o uso no dia-a-dia, porque isto é realmente um Pixel 8 com alguns compromissos ligeiros, de forma a conseguir chegar às nossas mãos a um preço mais baixo.

Esta é a realidade, e é também o objetivo de lançar um Pixel ‘a’ 6 meses após a chegada dos modelos mais importantes ao mercado. De forma mais resumida, é um Pixel a sério!

Ou seja, a construção é muito boa, e felizmente temos um aparelho mais redondo face ao ano passado, o que também acaba por ser bastante mais confortável para a nossa mão.

Na realidade, a grande diferença está apenas e só nas margens do ecrã OLED, especialmente na margem de baixo, que é um tanto ou pouco exagerada para um aparelho que custa 559€. Até podia ser uma margem “grande”, mas devia ser pelo menos consistente/homogénea à volta de todo o ecrã, em vez de maior apenas em baixo.

Performance

Google Pixel 8a, 8a, pixel

Aqui temos o mesmo exato SoC que dá vida aos Pixel 8 de Outubro do ano passado. Aliás, temos muitos dos mesmos componentes que deram vida aos aparelhos lançados há 6 meses atrás.

Por isso, como também temos um ecrã de 120Hz em vez de um ecrã OLED limitado a 90Hz como acontecia no Pixel 7a, a performnace e fluidez é também ela muito similar aquela que podíamos e ainda podemos encontrar nos modelos topo de gama.

Além de tudo isto, podemos ainda contar com o motor de IA da Google, com muitas outras capacidades que mais nenhum outro aparelho de gama média do mundo mobile tem para oferecer. Isto é especialmente notório na performance fotográfica!

Câmaras

É aqui que as coisas ficam especiais, porque durante muitos anos, e na realidade, é uma prática ainda muito comum no mundo Android, as marcas “poupam” dinheiro na performance fotográfica dos seus aparelhos de gama média, para tentar conciliar desempenho ao preço.

Neste Pixel 8a, isso não acontece, ou pelo menos não é tão aparente graças ao uso de muita e boa Inteligência Artificial. A performance é muito consistente, seja em fotografia ou vídeo, e mesmo que o resultado final não seja o melhor, pode pura e simplesmente utilizar as funcionalidades de IA presentes nesta gama de aparelhos da Google. Sim, tudo aquilo que os Pixel 8 e Pixel 8 Pro traziam para cima da mesa, está também disponível neste aparelho!

Estamos a falar do Best Take que tenta salvar fotos de grupo, do Audio Magic Eraser que elimina ruídos parasitas, e também da Borracha Mágica que é capaz de apagar pessoas ou objetos das suas fotos. Isto sem nunca esquecer o Magic Editor, que é uma ferramenta de edição de imagem ainda mais poderosa face ao que tivemos a oportunidade de testar em Outubro, com novas ferramentas e sugestões capazes de levar qualquer captura a um outro nível. Pode parecer menos real, mas vai fazer sucesso nas redes!

Vale também a pena salientar que em termos de zoom estamos um pouco mais limitados porque não temos o terceiro sensor que o modelo Pro traz para cima da mesa. A mesma exata limitação que assinalámos no Pixel 8.

Tem alguns exemplos em baixo!

Fireworks Pixel 8a

Detalhe

IA
Foto original com garrafa de água e dois utentes do ginásio, com uma iluminação complicada.
Foto automática do Magic Editor, capaz de remover os utentes, bem como a garrafa de água. Não é perfeita! Mas está mais do que bom para as redes sociais.

Borracha Mágica

Borracha Mágica

Editor Mágico

Magic Editor

One Take

One Take
Ambiente

Flor – Detalhe (Noite e Dia)

Fotos Noturnas

Selfie

Bateria

Este não é um smartphone gigantesco, e como tal, não conta com uma bateria de grandes dimensões comparativamente a modelos Pro ou Ultra. Estamos a falar de 4500mAh, que não são maus, mas que em dias de uso mais exigentes poderão significar alguns problemas ou ansiedade com a bateria.

Ainda assim, no geral, pode esperar 1 dia de uso normal sem ir ao carregador.

Entretanto, vale a pena salientar que se tiver de ir ao carregador, tem carregamento rápido com fio de 18W, e suporte a carregamento sem fios de 7.5W.

Conclusão

Em suma, o Pixel 8a é um smartphone de gama média que foi realmente capaz de me meter um sorriso no rosto. É bom, é bonito, e traz muita Inteligência Artificial para cima da mesa. É também um smartphone com margem de progressão, visto que a Google está a prometer 7 anos de atualizações tal e qual como nos modelos “Premium”. Algo que nunca foi antes visto num aparelho de gama média no mundo mobile.

Ainda assim, a custar 559€, fica a ideia de que mais vale apostar no “velhinho” Google Pixel 8. Um smartphone mais Premium, é ligeiramente mais rápido, tem melhor ecrã, e com alguma pesquisa no Google (ahah!), pode ser encontrado a pouco mais de 568€.

Porém, se for cliente Vodafone, o caso já muda de figura! A operadora está a oferecer um desconto que vai até aos 360€, com a oferta de capa. Saiba mais aqui.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

É um smartphone muito bom, que apenas peca nas margens do ecrã OLED, e claro, no seu preço de mercado. Está demasiado próximo do Google Pixel 8, que entretanto já desvalorizou um pouco após 6 meses de mercado, e como tal, vai sofrer um pouco com "canabilização" dentro da mesma exata gama de produtos.(Análise) Google Pixel 8a - O melhor gama média do mercado!