AMD vs Intel – Porque é que os consumidores sempre preferiram Intel?


Por em

No início da guerra ‘multi-core’, e claro, antes do lançamento da arquitetura Zen… A AMD não era grande coisa! Especialmente depois das desilusões que foram as arquiteturas Bulldozer e Piledriver. (Nomeadamente a primeira, que prometia o dobro dos núcleos reais, leia mais sobre isto aqui.)

A única coisa que manteve a AMD no mercado durante estes anos todos, foi o preço dos seus processadores e motherboards! Em suma, a AMD não competia na performance, mas competia ferozmente no preço.

Portanto, enquanto os consumidores ‘budget’ escolhiam AMD, todo o resto do mercado preferia PCs baseados em processadores Intel.



AMD vs Intel: Como foram os últimos anos? Porque é que a AMD se manteve tanto tempo em segundo plano?

AMD Intel

Em suma, a velha rival da Intel sofreu durante quase uma década, apostando em arquiteturas fracas mas baratas de produzir (Processadores FX). Por isso, vamos passar para o ano de 2016, altura em que a AMD anunciou a arquitetura ‘Zen’ que tinha como grande objetivo voltar a meter a empresa no mapa, e levar a tão desejada concorrência à líder isolada Intel.

Na altura, os fãs da empresa ficaram super entusiasmados!

Afinal de contas, os benchmarks eram bons e o preço competitivo… E assim, chegada a hora do lançamento, a AMD conseguiu finalmente espetar uma pequena faca na Intel, que em boa verdade já se tinha encostado à sombra da bananeira.



Com uma arquitetura finalmente apetecível, a AMD desenhou um plano de lançamentos para quebrar a barreira dos 10nm em menos de 3 anos. Algo que conseguiu fazer neste verão, ao lançar os Ryzen 3000 baseados na arquitetura Zen 2 de 7nm.

A AMD teve sucesso, onde a Intel andou a ter dificuldades durante 4 anos! E como seria de esperar, é algo que já se nota no mercado

Intel vs AMD

Curiosamente, em 2019, a Intel ainda não conseguiu ter sucesso com o processo de 10nm. E por isso, começa a ficar para trás da Intel numa grande série de mercados. Afinal, até a Google está a mudar os seus servidores para plataformas AMD, assim que os contratos com a Intel terminarem.



É que os 10nm da Intel deverão chegar no final de 2019… Mas nessa altura, já a AMD tem produtos de 7nm no mercado, há quase 6 meses.

Portanto, a resposta à pergunta do título “Porque é que os consumidores sempre preferiram Intel?” é muito simples. Primeiramente, porque a Intel oferecia mais performance, e numa segunda fase, por pura habituação e desconhecimento do ‘renascer’ da AMD e aparecimento dos CPUs Ryzen.

Conclusão

Para finalizar, as coisas estão espetaculares para a AMD, e se por acaso a Intel não conseguir retirar algum sucesso dos Ice Lake de 10nm… Então é provável que o mercado mude ainda mais a favor da velha rival, que parece ter renascido.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Featured, Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Sharp Aquos V: o smartphone que marca o regresso à Europa!

(Guia) Os melhores processadores de 2019: Qual comprar?

Seguinte