AMD vs Intel: As dificuldades da Intel vão continuar em 2020!


Por em

A Digitimes acabou de noticiar que as dificuldades de produção da Intel deverão continuar durante todo o ano de 2020, não mostrando grande confiança numa recuperação significativa em 2021… E tendo em conta as fontes deste meio, esta informação não deve estar muito longe da realidade.

AMD vs Intel: As dificuldades da Intel vão continuar em 2020!

Portanto, parece que as dificuldades nas linhas de produção da gigante Intel deverão continuar até pelo 2020, o que por sua vez, está a fazer com que vários parceiros da empresa estejam agora a planear saltar para o lado da AMD.

Afinal de contas, foi o próprio CEO Bob Swan a vir a público afirmar que a Intel está neste momento entre a espada e a parede. Por isso, não será surpreendente para ninguém ver a AMD a conquistar mais quota de mercado nos próximos meses. Especialmente se virmos parceiras super importantes como a Lenovo, HP e Dell a saltarem o muro para a vizinha do lado.



AMD Intel

Ao fim ao cabo, cada encomenda que a Intel rejeita, é no fundo uma nova oportunidade para a AMD! 

E claro, algo que também não ajuda nada os planos da Intel, é o preço dos seus produtos. Contudo, se a procura é maior que a oferta, não faz qualquer sentido baixar os preços… Apesar de ser uma estratégia que poderá ter um impacto sério a médio/longo prazo.

2020 vai ser um ano de ‘Fazer ou Morrer’ para a Intel! Mas calma, nem tudo é mau para a empresa

Portanto, apesar dos 10nm serem ainda um autêntico pesadelo para a Intel, tudo indica que o desenvolvimento e implementação do processo de 7nm está a correr muito bem para a empresa. Ou seja, todos os atrasos em cima do processo de 10nm, acabaram por não afetar demasiado os 7nm.

Em suma, a Intel está prestes a recuperar o trono do mercado de desenvolvimento de micro-chips, ao contar (novamente) com a melhor tecnologia de produção. Isto porque os 7nm da Intel são mais ou menos equivalentes aos 5nm da TSMC, em termos de densidade de transístores.

Assim, com a Intel a mudar para um fator de escalonamento de 2x para os 7nm, e a apostar nos EUV, parece que os primeiros produtos baseados nesta técnica de produção poderão chegar ao mercado no fim de 2021. Significando também o fim dos problemas de produção da gigante dos micro-processadores!

Até lá, a AMD tem basicamente 2 anos, para evoluir e se tornar uma rival realmente ameaçadora para a Intel.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Featured, Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

A Louis Vuitton criou uns novos fones sem fios! Preparado para o preço?

PrimeStreams: Mais um serviço pirata de IPTV apanhado? Talvez não!

Seguinte