AMD pode vir a ganhar com o azar da NVIDIA

Como noticiámos ontem, a NVIDIA e AMD estão a tentar renegociar os seus acordos com a TSMC, de forma a tentar baixar o número de encomendas feitas para o presente ano de 2022, mas também para o próximo, 2023. Porquê? Bem, o mercado mudou, e a procura é agora muito mais baixa face aos tempos pandémicos de 2020 e 2021.

A coisa é inegavelmente grave! Porque tanto a AMD como a NVIDIA tiveram de pagar antecipadamente para reservar a quota de produção, isto a um preço claramente inflacionado, consequência da afamada crise de chips.

- Publicidade -

Contudo, é mais grave para a NVIDIA do que para a AMD. Sabe porquê?

AMD pode vir a ganhar com o azar da NVIDIA

AMD, nVIDIA

Portanto, as regras do jogo mudaram a meio da partida. A NVIDIA e AMD já pagaram parte da produção reservada à TSMC, e agora, em tempos de renegociações, a parceira no campo da produção de semicondutores está a dizer “azar“! Ou seja, o que está pago, pago está. A quota foi vendida, e por isso mesmo, o acordo não vai mudar de forma substancial.

O que está a acontecer?

RTX 3070

Muito resumidamente, a gigantesca procura dos anos pandémicos… Já não existe! Os consumidores estão a voltar à sua vida normal, pré-pandemia, e como tal, a compra de smartphones, computadores, componentes, TVs, etc… Perdeu muita importância, especialmente nestes tempos de incerteza, de inflação galopante, etc…

É exatamente por isto que ambas as gigantes do mundo dos computadores querem reduzir a sua quota de produção reservada junto da TSMC. Especialmente a NVIDIA, que está a lidar com um stock exagerado de placas RTX 30 em armazém, ao mesmo tempo que o mercado de usados está agora a ser completamente inundado pelas muitas placas até aqui esmifradas no mundo do mining.

Só há uma solução… Baixar os preços! Claro, de forma muito significativa. Ou então, adiar de forma prolongada o lançamento da nova geração de placas Ada Lovelace (RTX 40).

Pois bem, como já deve ter percebido, tudo isto são vantagens para a AMD.

rx 6700 xt

Mas a AMD não está a tentar também renegociar a sua quota de produção? Sim! Mas a verdade é que a AMD produz tudo, ou pelo menos quase tudo, nas linhas da TSMC.

Por isso, não é tão importante para a AMD renegociar os termos já finalizados, porque mais tarde ou mais cedo, vai precisar da capacidade de produção. (Contudo, está a tentar baixar o preço, ou a ganhar algum desconto para o futuro.)

Afinal, enquanto a NVIDIA até decidiu adiar o lançamento das suas novas RTX 40, para tentar despachar mais algumas quantas unidades de placas Ampere (RTX 30), que têm sido produzidas nas linhas de 8nm da Samsung. A AMD produz os SoCs das consolas PS5, Xbox Series S e Series X, nas linhas de 7nm da TSMC (devem estar prestes a passar para os 6nm, dando origem a versões Slim das consolas de nova geração), produz e vai continuar a produzir processadores Ryzen 5000 nas linhas de 7nm (também com a possibilidade de passar para os 6nm), e claro, vai aproveitar em pleno a sua quota de produção de 5nm e 4nm, para a produção das novas placas gráficas Radeon RX 7000 e processadores Ryzen 7000.

Entretanto, a TSMC já deu um pouco a mão à palmatória à NVIDIA, ao permitir que a gigante das placas gráficas venda parte da sua quota a empresas de fora. Contudo, essa venda é pura e simplesmente responsabilidade da NVIDIA, a TSMC não vai mexer um dedo para a ajudar.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.