AMD Phoenix 2 sorriu para as câmaras!

Já muito se falou da aposta Phoenix da AMD, que tem vindo a fazer furor através de inovações tecnológicas, o que por sua vez também tem resultado em novos níveis de performance e eficiência energética. Mas, verdade seja dita, a AMD parece querer manter o seu (novo) projeto muito discreto, apresentando toda a sua aposta apenas na altura indicada.

Porém, como deve imaginar, não há como meter um stop aos ‘leaks’ neste mundo moderno em que a Internet é tudo! Sendo exatamente por isso, que apesar de lentamente, mas de forma consistente, estamos a aprender mais e mais sobre a aposta da gigante dos processadores e placas gráficas.

Os chips Phoenix 2 da AMD vão fazer uso de uma arquitetura híbrida!

AMD Phoenix 2 sorriu para as câmaras!

Portanto, a imagem partilhada pela QQ (via HXL) mostra aquilo que se acredita ser um APU Phoenix 2 (Ryzen Z1) com dois núcleos Zen 4 e quatro núcleos Zen 4c. Curiosamente, ao contrário dos designs híbridos da Intel com núcleos Cove/Mont, a arquitetura dos núcleos de CPU ZenC da AMD ainda permite Hyperthreading (SMT)!

O que claro está, significa que apesar da presença de 6 núcleos físicos, vai ser possível chegar às 12 threads.

Além disto, é esperada uma grande cache L3 (no meio do lado esquerdo, estruturas verdes), dois núcleos Zen 4 de alto desempenho (abaixo da cache L3), quatro núcleos Zen 4c mais pequenos (três acima da L3, um à direita dos núcleos Zen 2) e ainda um iGPU de grandes dimensões (no lado direito).

Existem também muitas portas PHY DDR5/LPDDR5 na parte superior do chip, bem como PCIe, USB e outras ligações físicas na parte inferior do APU.

Entretanto, após a partilha da imagem, um entusiasta (David Huang) partilhou a sua análise do Ryzen Z1, um CPU da gama Phoenix 2, como se pode ver na imagem HWiNFO no post. Huang também partilhou uma tabela com mais detalhes sobre o Z1, onde afirma que o chip vem com dois núcleos Zen 4 que podem atingir 4.9 GHz. Porém, os quatro núcleos Zen 4c estão limitados a 3.5 GHz.

Para além disso, foi descoberto que temos um total de 16MB de cache L3 (4MB por núcleo Zen 4 e 2MB por núcleo Zen 4c). Com o iGPU a ser baseado na arquitetura RDNA 3 com 4-CU que funcionam até 2,8GHz.

Esta personalidade testou um exemplar Ryzen Z1 num computador portátil, mas não revelou o modelo em concreto.

Ainda assim, sabemos que o sistema alimentado pelo Ryzen Z1 estava equipado com 16GB de memória LPDDR5X-7500. Com este processador a ser testado nos modos de potência de 15W e 30W.

Dito tudo isto, em termos de desempenho, o Zen 4 foi até 30% mais rápido do que o Zen 4c. No entanto, o desempenho dos núcleos Zen 4 e Zen 4c foi semelhante quando bloqueados à mesma velocidade de 3.2 GHz. Ou seja, no fundo, a arquitetura é basicamente a mesma. A AMD não está a apostar em núcleos diferentes, está apenas a fazer alguns acertos energéticos.

Quando é que vamos ver os primeiros processadores Phoenix 2 no mercado? Muito provavelmente em 2024 com a chegada da gama Ryzen 8000 para o mundo mobile.

Antes de mais nada, o que pensa sobre tudo isto? A AMD está a saber mexer-se no lado mobile, onde é cada vez mais importante dar atenção à eficiência energética e portabilidade dos produtos? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Leia também

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Siga-nos no Google Notícias

Artigos relacionados