Amazon vai vender produtos usados/devolvidos! A razão é curiosa

A Amazon decidiu começar a permitir a venda de produtos devolvidos ou usados, na sua gigantesca plataforma online! Sabe porquê? É uma forma de combater o desperdício! Ao mesmo tempo, que claro, se fazem alguns trocos extra.

Afinal de contas, a gigante do e-commerce andava a destruir 200 mil produtos por semana no seu armazém de Dunfermline na Escócia. Em suma, um desperdício incrível, quando temos em conta que quase metade deste lote era produtos novos, ainda dentro do plástico.

Amazon vai começar a vender produtos usados/devolvidos!

Portanto, a Amazon anunciou planos para diminuir o seu desperdício. Muito resumidamente, ao facilitar a venda de produtos devolvidos, ou stock excessivo, na sua plataforma online. Como é que isto funciona? Ao introduzir programas FBA capazes de dar uma nova vida a vários tipos de produto, que noutras alturas, seriam simplesmente destruídos nos armazéns.

Assim, o primeiro programa vai tornar possível vender produtos com a tag ‘usado‘, com preços variáveis segundo a condução do material. (Exemplo: Cmo novo, Muito Bom, Bom, Aceitável.) Entretanto, o programa vai começar no Reino Unido, passando para os Estados Unidos no fim do ano.

Similarmente, o segundo programa (FBA Liquiditations) permite a empresas de fora vender produtos devolvidos, ou overstock. Isto, através de alguns parceiros dentro do ecossistema Amazon. Programa esse que já está ativo em Espanha, Estados Unidos, Alemanha, França e Itália.

Entretanto, estes dois programas parecem ter sido resultado de várias críticas à empresa. Nomeadamente à maneira como a Amazon tratava muitos destes produtos. Onde até a Greenpeace foi chamada ao barulho. Afinal de contas, muitos destes produtos estavam a ser destruidos, muitas vezes, rigorosamente novos! Ainda dentro da sua embalagem.

Aliás, segundo um ex-empregado da Amazon, no armazém Escocêm, eram destruídos cerca de 130 mil produtos diariamente. Metade novos, outra metade devolvidos. Um número que por vezes chegava às 200 mil unidades de produtos. Estamos a falar de aspiradores, ventoinhas, telemóveis, computadores como MacBooks, etc… Até máscaras contra o COVID-19 foram destruídas.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Será que isto vai abrir a porta a bons negócios? O que acha de comprar produtos usados diretamente à Amazon? É que além de mais baratos, estes produtos também promovem a sustentabilidade.  Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

RTX 3090: A Amazon quer ventoinhas a 200 mil RPM!

Como noticiámos há alguns dias atrás, algumas NVIDIA GeForce RTX 3090 estão a ‘rebentar’, quando os utilizadores tentam correr o novo ‘New World’ da Amazon. Algo bastante estranho, que aparentemente não é defeito da placa gráfica em si, mas sim derivado a uma qualquer especificidade do jogo em si.

Em suma, o New World da Amazon está a tentar meter as ventoinhas das placas gráficas a rodar a 200 mil rotações por minuto!

Leia o resto do artigo aqui.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

NVIDIA decidiu aproveitar chips com defeito!

Nos últimos tempos, temos visto uma grande aposta no lançamento de placas RTX 3060 por parte da NVIDIA. Uma placa gráfica muito interessante, capaz...

Processador ‘limitado’? Sim! Mas o iPad mini 6 impressiona!

Muito provavelmente devido à crise de produção atual, a Apple foi obrigada a utilizar diferentes versões do SoC A15 Bionic, nas suas diferentes gamas...

Microsoft confirmou. TPM 2.0 é obrigatório! Até nas máquinas virtuais

O Windows 11 está mesmo prestes a chegar ao mercado, visto que a sua data de lançamento já foi antecipada do 11.11 para o...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!