Amazfit T-Rex: Um smartwatch com 20 dias de autonomia!?

Um smartwatch com o nome de ‘Amazfit T-Rex’, dá logo vontade de comprar! Quem é que não quer ter um T-Rex no pulso? Mas a verdade é que não é só o nome que nos dá vontade de falar deste relógio, é mesmo a sua robustez e autonomia fora de série.

Afinal de contas, todos os relógios AMAZFIT são produzidos pela Huawei, uma empresa fundada pela Xiaomi, de forma a completar o seu ecossistema de produtos. Além destes relógios, a Huami também é responsável pela super popular Mi Band.

Aliás, já trouxemos várias reviews de smartwatches Amazfit para a Leak, de forma a ter sempre uma boa solução ‘budget’, para as suas necessidades ‘smart’. Ora veja:



Mas este T-Rex parece bastante diferente do resto, ao prometer ser um relógio ‘outdoor’ capaz de rivalizar com as soluções da Garmin, ao mesmo tempo que aposta forte e feio na robustez. Ou seja, este ‘T-Rex’ é no fundo o tanque do mundo dos relógios inteligentes.

Amazfit T-Rex: Um smartwatch com 20 dias de autonomia!?

T-Rex, Amazfit, Xiaomi

Portanto, como já deve esperar, este T-Rex não é o smartwatch mais premium ou mais completo do mundo, visto o seu foco ser a autonomia e robustez. No entanto, faz-nos imediatamente pensar no Casio G-Shock, o que na verdade não é mesmo nada negativo.

Afinal de contas, a Xiaomi (Huami) promete 12 certificações militares neste menino, acrescentado que irá funcionar em pleno mesmo em ambientes em que a temperatura chegue aos 70ºC. Além disto, também consegue chegar a uma profundidade de 50 metros.

20 dias de autonomia? Como!?

Pois bem, o que é realmente interessante neste AMAZFIT, é a sua autonomia de 20 dias com a monitorização de sono e de pulsação ativa.

Mas isso não é assim tão espantoso? Há várias fitness bands ou relógios híbridos capazes do mesmo ou mais. Certíssimo… A questão é que aqui temos um smartwatch real, com todas as funcionalidades típicas, ecrã OLED de 1.3” e GPS. Curiosamente, o tamanho da bateria nem é nada de especial, ficando pelos 390mAh.

Como? Bem, é bastante simples, tem tudo a ver com o software, visto que aqui não iremos encontrar o clássico Wear OS, ou ROM baseado no Android da Google para smartphones. Ou seja, vamos ter um software um pouco menos capaz, mas também vastamente mais eficiente. Se é suficiente ou não para o seu uso, apenas irá depender de si.

Dito isto, não pode instalar aplicações tal e qual como no Huawei Watch GT, ficando assim entregue a tudo aquilo que a Xiaomi lhe quiser oferecer. (O que inclui as Watchfaces)

Em suma, o Amazfit T-Rex não é o smartwatch mais avançado do mundo, ficando bastante aquém do Apple Watch, Samsung Galaxy Watch ou qualquer relógios Wear OS. No entanto, naquilo que promete cumpre. E como já deve ter percebido, a custar ~130€, também não custa um pulmão como qualquer uma das alternativas que mencionei em cima.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário