A Sony PlayStation Vita foi um autêntico ‘fail’… Mas porquê?


Por em

A PlayStation Vita foi um autêntico ‘fail’… A Sony tem um historial no mundo das consolas cheio de sucessos! Afinal de contas, a PlayStation 1 foi o início de uma autêntica dinastia que continua até hoje, e parece estar prestes a receber a sua próxima entrada, a PlayStation 5.

No entanto, também é verdade que a gigante Japonesa também cometeu alguns erros… Especialmente na sucessora à velhinha consola portátil PSP, que apesar de não ter sido um sucesso a 100%, teve níveis de vendas muito interessantes. Como já deve ter percebido, vamos falar um pouco da PS Vita, a segunda e provavelmente última consola portátil da Sony.



A Sony PlayStation Vita foi um autêntico ‘fail’… Mas porquê?

PS VIta

Portanto, existem várias razões para a segunda consola portátil da Sony ter falhado redondamente no mercado. Por isso, vamos falar daqueles que são para nós os factores mais importantes.

1. Poucos jogos

Caso não saiba, a Sony já anunciou o fim da produção da consola em 2019. No entanto, o que provavelmente não sabe, é que a empresa não desenvolve jogos para a consola desde 2015. O que acabou por afastar quase todos os estúdios third party realmente importantes. Ao fim ao cabo, se a própria marca não suporta o seu hardware, porque é que as outras empresas iriam arriscar investir na consola?

2. Cartões de memória proprietários Super Caros

Em boa verdade, a Sony sempre adorou usar cartões de memória da sua autoria. Foi este o caso na PS1, PS2 e PSP. No entanto, a PS Vita levou isto a um nível completamente novo, visto que nem sequer usava os cartões de memória tradicionais da Sony (Memory Stick Duo), usava um standard criado apenas e só para a consola, que infelizmente, eram demasiado caros na altura do lançamento da consola. Para ter noção, um cartão de 64GB custava metade do preço da consola. Se por ventura a Sony tivesse optado pelo uso de cartões SD (ou até Memory Stick), as vendas da consola teriam sido bastante mais altas.

3. Os smartphones também tiveram culpa!

Em boa verdade, desde 2010 que o mercado mobile de jogos começou a mudar o seu foco para os smartphones. Por isso, ter de concorrer com a Nintendo 3DS, 2DS, e ademais modelos… E ainda com o mercado de smartphones, acabou por ser algo demasiado pesado para as costas da PS VIta.

4. Demasiados ‘ports’ da PS3 e PS4

Uma consola precisa de ter jogos exclusivos para sobreviver. Caso contrário, o caso fica demasiado complicado… E claro está, a PS Vita é um exemplo disto mesmo. Grande parte da biblioteca de jogos da consola portátil são vulgares ‘ports’ de jogos anteriormente lançados na PS3 e PS4. Aliás, além de serem jogos de outras consolas, eram também ‘ports’ muito mal conseguidos, que corriam horrivelmente no hardware da Vita.

5. A própria Sony desistiu da sua consola!

A gigante Japonesa desistiu da sua segunda consola portátil demasiado cedo, para se focar na PS4 e PSVR. Assim, enquanto a Nintendo 3DS tinha um forte apoio da Nintendo, a PS Vita foi abandonada, ficando a definhar num mercado extremamente competitivo.

6. A PS Vita era demasiado poderosa, e por isso… Demasiado cara!

Existia uma diferença de performance gigantesca entre a Vita e a Nintendo 3DS. Assim, os jogos não podiam ser tão simples quanto os títulos lançados para a 3DS. E por isso, o investimento dos estúdios tinha de ser muito mais alto no lado da Sony. Isto em conjunto com as 5 razões previamente mencionadas, também ditou a sentença da consola.


A Sony PlayStation Vita foi um autêntico ‘fail’… Mas porquê? – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Leia também

Ou veja mais notícias de Especiais, Featured, Jogos

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

EMUI 10 só chega aos smartphones Huawei que estão nesta lista!

Nova ameaça na Play Store: remova já estas apps para selfies!

Seguinte