PlayStation Vita

A PS Vita morreu e pelos vistos não vai ter sucessora! – A Nintendo Switch é um autêntico sucesso para a gigante nipónica! No entanto, a Sony continua a não querer voltar ao mercado de consolas portáteis, depois de ter lançado a PSP e mais recentemente a PS Vita.

Afinal de contas, foi numa entrevista recente que o CEO Jim Ryan confirmou que a Sony fugiu a sete pés deste mercado, e que não existem quaisquer planos para voltar. Ora leia a única menção do CEO à mais recente consola portátil da empresa no artigo dos 25 anos da PlayStation:

“A PlayStation Vita era um consola fenomenal em vários aspetos, até a jogabilidade era muito bom. Mas nós não queremos voltar a esse mercado.”



Esta não é a primeira vez que a Sony sugere o fim das consolas portáteis Playstation

Vita

Caso não saiba, vários responsáveis da empresa já disseram em 2017 e 2018 que a Vita foi um falhanço, e que muito dificilmente irá existir uma nova aposta deste tipo. Ainda assim, os jogadores e fãs do ecossistema PlayStation continuaram com a esperança viva… Até agora, que tivemos a oportunidade de ler estas declarações de Jim Ryan.

Curiosamente, a Sony registou uma patente de uma consola portátil muito parecida à Nintendo Switch em 2015. O que por sua vez deu azo à imaginação de vários fãs da PSP e PS Vita.

PSP 3

No entanto, como já deve saber, uma patente não significa que o produto vá mesmo chegar ao mercado.

Quando a PS4 foi lançada em 2013, a PS Vita tinha o seu próprio espaço no ecossistema. Afinal, podia ser usada para a funcionalidade Remote Play, e a própria Sony até falou um pouco sobre a possibilidade de ser um complemento à experiência PlayStation. Mas agora que o PlayStation Now está a chegar a todos os aparelhos mobile, talvez faça mais sentido esquecer as consolas portáteis.


A PS Vita morreu e a Sony não vai apostar em novas consolas portáteis! – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.