A Huawei vai ter uma quebra de 20 % na venda de Smartphones em 2020!

A gigante chinesa tem passado por muitos problemas durante os últimos 10 meses. Aliás, para dizer a verdade, estamos a falar de um braço de ferro entre a China e Estados Unidos que até dura há mais tempo.

No entanto, entre braços de ferro inquebráveis, concorrência ao rubro e o surto de Coronavírus, quem tem sofrido bastante são as contas da própria Huawei.

Dito isto, sabemos que todos estes factores têm contribuído para uma quebra na venda de Smartphones Huawei, especialmente quando falamos do mercado Europeu. E se antes já era complicado competir com uma potência como a Samsung ou a Apple, não tendo os serviços da Google disponíveis, a coisa ficou ainda mais complicada.

Estima-se que exista uma quebra de 20% na venda de Smartphones Huawei durante este ano de 2020!

Portanto, parece que o desaparecimento do amigo Google no mundo Huawei, vai finalmente começar a ter efeito nas contas da empresa. Afinal de contas, qual é o sentido de ter um Android se não podemos usufruir dos serviços Google aos quais estamos tão habituados?

Assim, podemos perfeitamente afirmar que as empresas concorrentes já levam aqui uma grande vantagem. Principalmente nos mercados ocidentais, onde vemos a Samsung e a Apple a dominar por completo as vendas. E se juntarmos a isto o surto de Coronavírus que se tem feito sentir um pouco por todo o mundo e que tem afectado todo o sector Tech durante os últimos tempos. Então esta quebra de 20% nas vendas da Huawei está mais do que justificada.

Huawei venda de Smartphones



Em suma, parece que nem mesmo o lançamento do novo P40 pode salvar a Huawei de obter resultados negativos nas vendas de Smartphones durante este ano de 2020. E apesar de estar a fazer um esforço incrível para implementar o seu próprio serviço de pesquisa (Huawei Search) e plataforma de aplicações (AppGallery) em todos os seus dispositivos. Parece que nem isso irá ser uma safa para a gigante Chinesa.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário