Durante muitos anos habituámo-nos a que os fabricantes se especializassem em determinadas áreas. Isto era transversal a tudo. Quem diria há alguns anos que os fornecedores de rede móvel iam lançar também serviços de TV? E esta nova febre dos televisores? O que leva estes fabricantes como a Xiaomi, Huawei, OnePlus a apostarem nas TVs?

Bem na realidade isto não é nada de novo, pelo menos para alguns. A velhinha Nokia que entretanto foi comprada pela HMD Global já vendia televisores no seu país de origem e até fora dele antes de se aventurar nos smartphones. A Samsung e a LG já fazem isto há muito tempo. Agora, o que acontece, é que há muitos fabricantes de smartphones conceituados que resolveram aventurar-se ao mesmo tempo na área dos televisores.

Vamos olhar para as principais novidades que estão a chegar ao mercado

Huawei/Honor: Uma recém-chegada no mundo dos televisores

A Honor Vision, ou dito de outra forma, o televisor da Honor foi o primeiro produto a estar comercialmente disponível com o sistema operativo Harmony OS da Huawei. Agora a Huawei também anunciou a sua própria TV inteligente.

A Huawei Vision tem um ecrã 4K Quantum Dot com uma taxa de atualização de 120Hz. Dito isto, está disponível nas versões de 55″, 65″, 75″ e 85″. No entanto, apenas os modelos de 65”e 75” estarão disponíveis para já. Os outros dois tamanhos virão mais tarde. Entretanto há um chip inteligente Honghu dentro do AI Picture Quality Engine da Huawei.

Há uma câmera pop-up motorizada que a Huawei chama AI-Eye semelhante à presente no Honor Vision Pro para videochamadas, reconhecimento e análise de rosto, também vem com outros sistemas para reconhecer os movimentos do corpo. Isto é especialmente útil para jogos.

O Huawei Vision possui um sistema de som inteligente 8 (alti-falantes) + 1 (subwoofer) + 1 (refrator) que garante um efeito de som 5.1 profissional.

Ao nível do controlo remoto, a Huawei optou por um comando com um touchpad circular na parte superior. Temos um botão dedicado ao microfone, rodeado à esquerda pela tecla Voltar e à direita pela tecla Menu. O controlo remoto também possui um botão liga / desliga, uma tecla inteligente e botões de controlo de volume.

O controle remoto liga-se ao novo equipamento da Huawei por Bluetooth 5.0. É fino e deve ser confortável de segurar. Entretanto temos uma porta USB Tipo-C na parte inferior para carregá-lo. A Huawei diz que só precisamos de o carregar a cada três meses.

A Huawei não revelou um preço para o Huawei Vision, mas estará disponível em primeiro lugar na China. Só depois chega a outros mercados. Uma boa opção entre a febre dos televisores!

Xiaomi – Não é uma novata dos televisores e vai lançar uma super TV

A Mi TV Pro da Xiaomi praticamente não tem molduras nos três lados, exceto no inferior. Também será a primeira TV a suportar descodificação 8K. Agora foi confirmado oficialmente que a TV terá especificações impressionantes.

De forma diferente da maioria das TVs inteligentes que vêm com 1 GB de RAM + 8 GB de armazenamento ou 2 GB de RAM + 16 GB de armazenamento, a Mi TV Pro da Xiaomi vem com 32 GB de armazenamento, o dobro da TV OnePlus Q1 e das Smart TVs da Motorola. Ou seja, temos aqui uma verdadeira bomba!

Este dispositivo será alimentado pelo processador de 12nm Amlogic T972 de 64 bits. O processador possui uma melhoria de 63% no desempenho e uma redução de 55% no consumo de energia.

Atualmente, o Amlogic T968 é o chipset mais poderoso da gama T da Amlogic. Possui quatro núcleos A53 e uma placa gráfica Mali-T830. Não temos certeza se o novo T972 terá mais núcleos A53 ou mudará para os núcleos A55 mais poderosos. Também esperamos que ele venha com uma gráfica mais poderosa.

A Mi TV Pro estará disponível nos tamanhos de 43”, 55” e 65”. Possui uma estrutura de liga de alumínio anodizado, parte traseira em fibra de carbono 3D e uma base de alumínio.

Ao nível do software, ele deve vir com a interface PatchWall da Xiaomi. Vem também com o assistente virtual XiaoAI.

OnePlus

Também na febre dos televisores OnePlus vai anunciar duas TVs – a OnePlus TV Q1 e OnePlus TV Q1 Pro. Parece que as duas diferem em relação ao tamanho do ecrã, design e saída de áudio.

OnePlus TV Q1

A OnePlus TV Q1 virá com um ecrã QLED de 55 polegadas, enquanto a Q1 Pro terá um ecrã QLED de 65 polegadas. Ambos são painéis 4K com uma resolução de 3840 x 2160 pixéis e uma proporção de 16:9. A folha de especificações afirma que as TVs têm uma taxa de atualização de 100 Hz, até 90 zonas de escurecimento local e um ângulo de visão de 178°. Também há suporte para HDR 10, Dolby Vision e Dolby Digital.

dos televisores

OnePlus TV Q1

Diz-se que o OnePlus TV Q1 possui um alti-falante de 20 watts. No entanto, a OnePlus também vai lançar uma barra de som para quem deseja uma melhor saída de áudio. Já a Q1 Pro terá um alti-falante de 50 watts, integrado na base da TV como uma barra de som.

Ambas as TVs terão um processador MediaTek MT5670 que se junta a 2,5 GB de RAM.
Entretanto estão ainda presentes 16 GB de armazenamento. Há também um processador de imagem Gamma Color Magic. O leak revela que as TVs vão executar a OxygenOS TV por cima do sistema Android TV e terão o Chromecast embutido, juntamente com o suporte para Netflix e Amazon Prime Video e Audio.

dos televisores

Ao nível da conectividade, a TV OnePlus está muito bem servida. Assim, existem 3 portas HDMI, incluindo HDMI ARC, 2 portas USB, 1 porta RJ45, Bluetooth 5.0 e Wi-Fi de banda dupla. Há também uma porta S/PDIF e saída de áudio analógica. Entretanto, a TV também possui um sintonizador de TV e é compatível com VESA para montagem na parede.

A OnePlus TV Q1 e a OnePlus TV Q1 Pro podem custar cerca de 900 Euros. No entanto isto é um produto premium e como tal não ia sair barato.

Motorola

A TV da Motorola é um caso diferente dos outros uma vez que estará apenas disponível na Índia. Será equipada com a tecnologia MEMC. Isto garante uma boa experiência de visualização e também assegura que não haverá nenhuma irregularidade quando se estiver a jogar. A Motorola TV deverá executar o Android 9 Pie TV OS e poderá ser alimentada pelo chipset MediaTek com placa gráfica Mali 450.

dos televisores

Entretanto diz-se também que a TV da Motorola está equipada com uma barra de som de 30W com tecnologia DTS TruSurround Sound e tecnologia Dolby Audio para uma experiência de áudio mais imersiva. Assim, a barra de som terá o logotipo da empresa posicionado no centro. As outras três molduras da TV Motorola são relativamente finas. Não se sabe ainda preços, mas existem algumas indicações de que poderá não ser um produto muito económico no meio da febre dos televisores.