A AMD vai mesmo ser capaz de ‘matar’ a NVIDIA com a RX 5900 XT?

Nos últimos meses, muito se tem falado acerca de uma suposta ‘NVIDIA Killer’ que deverá chegar ao mercado em 2020, tendo como base um GPU gigantesco com o nome de código ‘Navi 21’ ou Big Navi. Ou seja, uma placa RX 5900 XT que deverá ter como grande objetivo concorrer com o melhor que a NVIDIA tem para oferecer, a RTX 2080 e RTX 2080 Ti.

Dito isto, o GPU Big Navi é no fundo o chip baseado nesta arquitetura sem qualquer corte. É o máximo que a arquitetura Navi tem para oferecer em termos de poder computacional, ao oferecer o dobro das unidades computacionais do GPU Navi 10 que dá vida às atuais RX 5700 XT.



Ainda assim, apesar de todo o Hype… Será que faz sentido para a AMD lançar uma placa gráfica com um GPU de 505 mm² (gigantesco), 384-bit de interface, baseado no processo de 7nm?

É que produzir algo com este tamanho, tirando partido da tecnologia de produção de 7nm é tudo menos barato!

Pode ser apenas uma jogada de poder, para a AMD dizer que está finalmente no mercado ‘premium’ de placas gráficas. Ainda assim, continuo a duvidar um bocado desta história. Mas vamos continuar a pensar um bocadinho no assunto. Ao fim ao cabo, se a AMD quiser mesmo lançar a placa, pode pedir bom dinheiro por ela… Afinal, a RTX 2080 Ti ou TITAN RTX continuam a custar um exagero de dinheiro.

Isto já para não falar que 505mm² até nem é nada de especial em comparação com os 754mm² da RTX 2080 Ti e Titan RTX. E curiosamente, também é menor em comparação aos 545mm² da 2080 Super. Contudo, temos de ter em conta que a AMD já está no processo de 7nm, enquanto a NVIDIA ainda se encontra nos 12nm FFN.

Mas esquecendo o custo do GPU, será que a AMD consegue rivalizar com a performance de uma RTX 2080, 2080 Ti ou Titan RTX?

AMD Radeon Navi

Portanto, em boa verdade, a maioria dos gamers ou entusiastas olha imediatamente para os TFLOPs de cada placa gráfica. Mas o ideal é mesmo olhar para o IPC, tal e qual como nos processadores convencionais.

É que caso não saiba, de forma bastante interessante, a AMD até conseguiu fazer algo muito similar ao que fez com a Intel no mundo das placas gráficas!

As placas Navi já oferecem um IPC muito similar aquilo que a NVIDIA oferece na sua arquitetura Turing. Afinal de contas, uma RX 5700 XT com 2560 processadores Stream já chega bem perto da performance de uma RTX 2070 Super com 2560 processadores CUDA.

Por isso, depois desta explicação, até podemos comparar os TFLOPs das placas Navi com as placas Turing. (Algo que antigamente era apenas incorreto, tal era a diferença no IPC entre uma RX 580 e uma GTX 1070, por exemplo.)

Assim, quando pegamos no GPU Navi 21, é possível verificar que podemos contar com 5120 processadores Stream. (Um recorde no mundo das placas gráficas!) Em comparação, a RTX 2080 Ti conta ‘apenas’ com 4352 núcleos CUDA.

Contudo, não basta aumentar o número de unidades de processamento para aumentar o desempenho

AMD Radeon RX

É por isso que temos imediatamente de olhar para a frequência da 5900 XT, que deverá ficar pelos 1535MHz, em vez dos 1905MHz da RX 5700 XT. Muito provavelmente para não aquecer demasiado o chip, nem ultrapassar certos requisitos de consumo de energia.

Só aqui podemos imediatamente tirar a conclusão que não irá existir uma subida na performance proporcional à subida no número de processadores Stream. Mas vamos falar um pouco de números, nomeadamente de TFLOPs. Sim, apesar do IPC da NVIDIA ser ligeiramente mais alto, vamos fazer uma comparação direta.

Assim, uma RTX 2070 Super com 2560 núcleos e 1860MHz de frequência oferece 9,5 TFLOPs. Entretanto, uma RX 5700 XT com 2560 processadores stream e 1905MHz oferece 9,7 TFLOPs. (Não nos podemos esquecer que não estamos a ter em conta ‘boosts’ de frequência, nem que a NVIDIA tem um IPC mais alto. Por isso, o seu poder computacional é mais alto do que este! Isto é apenas um exemplo)

Dito tudo isto, a utilizar a mesma fórmula, no caso da RTX 2080 Super temos 11,7 TLOPs, RTX 2080 TI 16,2 TFLOPs e finalmente a RTX TITAN com 16,3 TFLOPS.

Com todos os números à nossa frente, podemos chegar à conclusão que a RX 5900 XT vai chegar aos 15,7 TFLOPs! Um número realmente interessante, apesar de ser mais baixo que as RTX de gama super alta (Especialmente quando temos em conta o IPC mais alto no lado da NVIDIA).

Mas que ainda assim, nos mostra que uma ‘alegada’ RX 5900 XT irá ser significativamente mais poderosa que a RTX 2080 Super, o que por si só já é uma notícia fantástica.

Por isso, podemos especular que a AMD irá lançar uma RX 5900 (sem XT) para rivalizar com a RTX 2080 Super, enquanto a mais poderosa RX 5900 XT deverá competir com a supra sumo RTX 2080 Ti (a um preço mais baixo).


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário