A AMD quer o trono do mercado de processadores de volta!

AMD

Como já dissemos aqui, a NVIDIA teve uma quebra brutal na bolsa de valores! Perdendo cerca de 50% do seu valor, nos últimos 3/4 meses… No entanto, no outro lado do espectro, temos a AMD. Que apesar de ter falhado as projecções dos analistas, está em crescimento na Bolsa! Porquê?

Recentemente, tem existido algum ‘Hype’ à volta da AMD, por isso, vamos tentar falar um porquê das razões para isto estar a acontecer, bem como falar um pouco do passado grandioso e talvez de um regresso à glória já em 2019.

A AMD quer o trono de volta!

A AMD

É bem provável, que o ano de 2019, seja o ano em que a AMD sai finalmente do buraco que a atormenta há quase 10 anos, e rouba mesmo o trono à Intel!

Com a Intel a ter imensas dificuldades no processo de 10nm, e a tentar apostar noutro mercado como o de placas gráficas discretas. A AMD tem agora uma oportunidade de ouro, para atacar o mercado com tudo, com a sua nova arquitetura Zen 2 de 7nm, e sua nova gama de processadores Ryzen 3000.

É que além de chegar aos 7nm antes da Intel, a AMD também foi a principal responsável pelo aumento de núcleos no mercado de processadores em 2017. (Não estavam já cansados de processadores Intel Quad-Core?) E pelos vistos, vai fazer um novo ‘All-In’ em 2019, ao lançar processadores Ryzen 3000 com 16 núcleos de processamento e 32 threads, a um preço que não irá arruinar a conta bancária dos consumidores.

Não é por acaso que a data de lançamento dos Ryzen 3000 está marcada para meio de 2019. Em detrimento dos primeiros meses do ano, como foi o lançamento dos Ryzen 2000 em 2018.

A AMD está mesmo a preparar algo em grande, para tentar passar a perna à Intel

Isto já para não falar de uma mudança de estratégia dentro da própria empresa! Em que a ideia, é agora apostar exclusivamente na AMD. Em suma, criar produtos tendo em conta o que os vários departamentos da empresa estão a desenvolver em dado momento.

Claro que dizer que a AMD irá roubar o trono, é provavelmente um exagero… Contudo, uma coisa é certa, vão existir grandes mudanças nas percentagens de quota de mercado! Portanto, a AMD vai com toda a certeza roubar uma grande fatia do bolo à Intel.

Isto já nem entrando no campo de centros de dados e investigação. Em que a AMD também está pronta a meter a colher! Com os novos processadores EPYC com 64 núcleos de processamento e 128 threads.


Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo!