2023 pode vir a ser o ano dos dobráveis!

Parece que não, mas já temos smartphones dobráveis no mercado desde 2019! Aliás, em 2023 já vamos ver a quinta versão do Galaxy Z Fold, o smartphone dobrável bandeira do mundo mobile.

Porém, vai ser apenas agora, em 2023, que vamos ver as coisas a evoluir um pouco. Como assim? Com mais fabricantes a apostar neste mercado, novos designs, preços mais aliciantes, entre muitas outras coisas.

2023 pode vir a ser o ano dos dobráveis!

z fold, fold4

Portanto, nos últimos meses, temos visto muitas fabricantes a apostar no design dobrável, seja em smartphone (Samsung, Xiaomi, Huawei, Oppo, Vivo, etc…), como também em portáteis (ASUS e Lenovo).

Sabe porquê? Porque o mercado está estagnado, e como tal, é preciso lançar produtos diferente de tudo o resto. 2023 vai ser o ano em que as fabricantes vão sair da zona de aquecimento, para finalmente começarem a apostar neste tipo de aparelho ainda inovador, apesar do seu aparecimento em 2019, com o primeiro Galaxy Fold por parte da Samsung e Mate Xs por parte da Huawei.

- Advertisement -

Aliás, se a Samsung não tiver cuidado, 2023 pode ser o ano em que o seu domínio deste mercado pode ser posto em causa. Afinal de contas, em 2022, a gigante Sul Coreana já arriscou ao reaproveitar grande parte do design do Z Flip3 e Z Fold4, o que até correu bem graças ao ‘boost’ da performance, mas que poderia ter sido aproveitado pelas concorrentes, caso conseguissem lançar as suas ofertas da Europa.

Curiosamente, a Oppo é um dos maiores exemplos desta aposta!

Com os seus novos Find N2 e Find N2 Flip. Dois aparelhos que aparecem no mundo Android para bater o pé, diretamente, aquilo que a Samsung tem vindo a fazer.

Nós, na Leak.pt, até já tivemos o prazer de testar o Oppo Find N, um aparelho que nunca chegou ao mercado Europeu de forma oficial, mas que nos impressionou, e muito, graças ao seu design mais fora da caixa, e na nossa opinião, muito bem conseguido.

Dito tudo isto, segundo os analistas do mundo mobile, vão ser enviados mais smartphones dobráveis para as prateleiras em 2023 (+53%), num total de 22.7 milhões de unidades. Um número ainda pequeno no grande esquema das coisas, mas que mostra uma grande vontade das fabricantes de referência em lutar num outro campo.

Mais fabricantes, mais concorrência, melhores preços?

Como dissemos em cima, a Oppo já meteu os holofotes em cima de si, mas esta não é a única fabricante com vontade de pisar os calcanhares à Samsung. Também temos a Xiaomi, a Vivo, a própria Google, e quem sabe, até outras fabricantes mais focadas na qualidade preço, como é o caso da TCL, que na altura da pandemia, estava a planear lançar um smartphone dobrável de gama média, a custar 600~700€.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Acha que este é o caminho? Ou o mundo dobrável não é assim tão interessante quanto isso? Partilhe connosco a sua opinião na caixa de comentários em baixo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.